- Publicidade -

A organização comentou hoje em sua página no Facebook que não tem mais nenhum vínculo com o Suporte Loop.

Após as polêmicas do Caso Loop, a paiN Gaming foi condenada por Poaching pela Riot e Loop não conseguiu ter sua transferência para a paiN Gaming. O jogador ainda tinha contrato com a INTZ e hoje o time anuncia que ambos não tem mais nenhum vínculo.

Leia -> Gerente de E-Sports da Riot comenta sobre Caso Loop e Polêmica da Red Canids

De acordo com a Riot Games, Loop pode ser inscrito em qualquer time do CBLOL (Sem receber nenhuma punição) até o dia 31/01. O jogador pode então, voltar à jogar o campeonato por outro time (Que não seja a paiN Gaming).

Publicação da INTZ:

Informamos que foi formalizado hoje um acordo entre o jogador Caio “Loop” Almeida e o nosso clube, de maneira que o jogador não possui mais qualquer vínculo conosco.

Agradecemos ao Loop pelo tempo juntos e desejamos boa sorte em seus novos desafios.

Leia -> Gerente de E-Sports da Riot comenta sobre Caso Loop e Polêmica da Red Canids

Leia -> Fairplay – Vamos falar do Boicote aos treinos da INTZ?