O Mais e-Sports foi direto conversar com o capitão Murilo “Takeshi” Alves que foi o grande nome da vitória da Keyd contra a INTZ na semifinal do CBLOL 2017.

Gostou do vídeo? Se inscreva no canal do Mais e-Sports e não perca as próximas entrevistas. Teremos ainda vídeos com brTT e Revolta antes da grande final em Recife.

Durante o papo com Takeshi, o jogador comentou “Entendo as duras críticas que eu estava recebendo, estava em um processo de entender muita coisa nova, muita informação e estava muito abaixo do nível dos mid laners do CBLOL.” Logo depois ele completa “Não acho pior que ninguém neste atual momento.”

Ele comenta que não sente nenhuma pressão em cima dele. O jogador já atuou em 5 finais de CBLOL (2013, 2014, primeiro split de 2015, primeiro split de 2016) e nunca conseguiu ser campeão do CBLOL.

Para finalizar, Takeshi comentou “Eu acho que não existe tanto isso de Dream Team, você tem que encaixar os cinco jogadores. Não importa se você trazer o Mata para suporte e o Peanut para a jungle se o time não se encaixasse. A gente só conseguiu se encaixar nas últimas semanas, antes estávamos um time muito fraquinho. Achamos o nosso caminho e vamos continuar trilhando o nosso caminho.”

A Keyd enfrenta agora a Red Canids na grande final que será em Recife. A matilha surpreendeu e venceu com Yoda jogando no lugar de Tockers. Veja também a entrevista do Mais e-Sports com Yoda após a vitória do jogador. 

Siga o Mais e-Sports no instagram e veja tudo que acontece nos bastidores do CBLOL.