- Publicidade -

Segundo a repórter da LPL, Ran, o governo de Xangai realizou uma coletiva de imprensa na última quarta-feira (26) onde declarou que ajudará a LPL no planejamento de partidas online, além dos preparativos para o Mundial 2020, que acontece no país e a Final sendo realizada na província.

O governo de Xangai aconselhou a LPL a retomar sua temporada competitiva deste 1º split em formato online. Além disso, os representantes também ofereceram apoio às equipes que possam ter tido perdas extras pela falta de jogos e de audiência.

A League of Legends Pro League está em um hiato temporário causado pelo surto de Coronavírus, ou COVID-19. Somente a primeira semana de jogos foi realizada, ainda em janeiro. Depois disso, o campeonato foi interrompido e está há mais de um mês paralisado. Para tentar contornar a situação, a LPL começou a transmitir os treinos de algumas equipes.

Apesar do hiato na LPL, não foi somente ela que sofreu com o surto de Coronavírus. A LCK continua com suas partidas normalmente, mas sem a presença de público e, recentemente, também foi vetada a presença de jornalistas. A PCS, nova liga que juntou o Sudeste Asiático com a LMS, também teve suas rodadas adiadas, mas enfim iniciou sua temporada.

A Riot Games fez um comunicado sobre o Mid-Season Invitational (MSI) onde afirma que adiará o anúncio das datas e locais que receberão o torneio de meio de temporada do League of Legends. Novidades sobre este tema são aguardadas.

Veja também: Bdd faz doação para combate ao coronavírus