Conversamos com Luan “Jockster” Cardoso sobre a vitória da INTZ contra a Red Canids e como ele utilizou o Shen suporte, pick decisivo para a vitória intrépida.

A INTZ começou bem mal nas duas primeiras semana do CBLOL. Os intrépidos arrancaram os três pontos no sufoco contra a CNB na estreia. Na segunda semana, uma derrota inesperada para a Team One colocou a INTZ em uma situação bem desconfortável. Neste último sábado (17) o time provou uma evolução vencendo a atual campeã Red Canids em uma série incrível de Jockster.

Confira como foi a conversa com Jockster no vídeo abaixo:

Se inscreva no canal do Mais e-Sports e não perca os próximos vídeos:

Jockster começou falando sobre a alegria de vencer a série com a INTZ fazendo bons jogos: “É um sentimento muito gratificante na verdade. Você sente que todo o seu esforço e tudo que você faz para melhorar todo dia valeu a pena. Acho que um pouco é porque eu joguei mais de Shen,” ele continua falando sobre a importância do pick de Shen: “Acho que com o Shen eu consegui achar o campeão perfeito para o estilo que estamos jogando agora.

Ele explica que a ideia de utilizar o Shen partiu do analista da equipe Lucas “Maestro” Pierre, que viu o campeão sendo utilizado na LPL (liga chinesa). “A gente pensou que o W do Shen é a habilidade dele que realmente da suporte, uma habilidade muito forte, contra Braum e Tahm Kench principalmente pois são campeões que precisam dar auto-ataque para ganhar um all in. Então o Shen é um campeão que é meio que counter dessas coisas.A gente percebeu que além de tudo isso, o nosso estilo de jogo como a gente joga com o Ayel, com o jeito que a gente joga com o Envy indo para a side, o micaO indo para a side. É muito bom, é praticamente o suporte perfeito que a gente queria.”

O Mais e-Sports perguntou. Será que a INTZ consegue pickar o Shen suporte novamente? Jockster responde: “Talvez a gente consiga. Ele é um campeão que não tem uma laning phase muito boa. Então se você pickar ele numa situação que não é muito favorável, contra uma Lulu por exemplo, contra um Thresh, o Thresh é um match up horrível para Shen, eu acho que ele não consegue fazer muita coisa no jogo. Mas nós temos outras opções. O Tahm Kench é um campeão que faz um papel muito parecido, não é tão forte quanto o Shen para uma side lane, mas é algo bem parecido que a gente consegue fazer.”

Jockster finaliza a entrevista falando sobre a evolução da INTZ e o que o time precisou fazer para melhorar da segunda para a terceira semana: “Na próxima semana, eu acho que nós vamos melhorar muito mais. Eu acho que a nossa maneira de treinar, o jeito que a gente estava em scrim, fazendo draft em scrim estava muito caótico e isso meio que atrapalhava todo mundo e influenciava muito na nossa evolução. Nesta semana a gente conseguiu perceber isso, conseguiu conversar sobre isso. Tivemos várias discussões, a gente já está com tudo decidido para a próxima semana. Vamos consertar tudo isso, que acho que estava afetando o nosso desempenho no começo do split e a partir de agora vai ser tudo bem melhor.”

Veja a cobertura do Mais e-Sports e confira a data dos jogos do CBLOL