Entrevistamos Yan “Yampi” Petermann, jungler e até mesmo top laner da CNB. O jogador conversou com o Mais e-Sports após a vitória da CNB contra a Vivo Keyd.

Se inscreva no canal do Mais e-Sports e não perca os próximos vídeos:

Instale agora o Battlerite

A CNB deu a volta por cima de uma forma incrível. Como foi esse crescimento de toda a equipe?

Yampi: Eu acho que está sendo um “up” muito bom para nós mostrar essa crescente após o começo que tivemos no CBLOL. Acho que foi bom fraquejar no começo para ver os nossos erros mais graves, que era o mindset de alguns jogadores. Conseguimos trabalhar muito bem pois temos uma staff de Mental Coach muito forte.
Estamos trabalhando mais o mindset pois temos um grande elenco, grandes nomes (individualmente falando). Então, o nosso problema desde o começo foi ter esse problema mental e nós mostramos essa fraqueza no começo. Ficamos desesperados e mudamos completamente a line-up, algo que ninguém esperava. Com o passar do CBLOL nós mostramos que trabalhamos muito em cima disso e voltamos a ser o que era para ser desde o começo.

Como foi o roubo do Barão do Revolta? O que aconteceu com a CNB para deixar aquilo acontecer?

Yampi: Eu estava morto e cheguei muito tarde. Eu acho que foi uma falha de comunicação. No momento que prenderam o Revolta alguém gritou que era para burstar¹ o Barão, só que o Rakin não bateu no Barão e sim no Revolta, com isso o Revolta deu ward + jump² de Jax e usou o smite, pois eu tava morto ainda. Eu acho que foi uma falha de comunicação na hora que poderia ter dado um jogo mais rápido e com isso o terceiro lugar. Mas acho que não deixamos isso nos afetar. Nos preparamos melhor para o próximo Barão pois era a nossa chave de vitória. Tínhamos dois dragões da montanha então era só esperar pois iríamos escalar melhor, tínhamos dois hypercarries³, e só faz outro Barão que vamos ganhar. Fizemos outro Barão e lutamos na bot lane para encerrar o jogo. Foi uma falha de comunicação em que perdemos o tempo para pegar o terceiro lugar mas não deixamos isso nos afetar no jogo não. Conseguímos fechar.

Foto: Riot Games

As expectativas para o jogo contra a Keyd eram essas? Ganhar de 2-0? 

Yampi: Foi o que a gente esperava mesmo. O bot deles está mostrando muita fraqueza. Não estão mostrando um jogo do mesmo nível que nem o top side deles. Então estudamos muito como anular mais ainda a bot lane deles. Só fizemos rotações para levar a torre do bot, participei muito na visão do bot, fiquei lá sempre dando cover. O Turtle também só jogou no bot no primeiro jogo.
A gente trabalhou em cima do bot e conseguímos abrir o mapa, com Caitlyn e Xayah, ADCs que escalam melhor. Trabalhamos com esses picks em que o pbO forçava muito trocas 2v2 com o Baiano. Jogamos em cima disso para a bot lane ir ganhando de vagar o jogo. O Rakin escalando, Robo segurando o top e ficando seguro. Nos preparamos muito para jogar contra eles, mostramos isso hoje e saímos com a vitória.

Leia: Os diferenciais de Yampi, o autofill da CNB

O que você espera do jogo contra a ProGaming na Escalada?

Yampi: Eu acho que eles vão mostrar uma força agora pois a gente vem vitorioso da série contra eles. Então eles vão se preparar melhor contra a gente. Eles vão estudar mais. Pois eu acho que eles não estudaram muito bem o que nós podíamos apresentar. Nós mostramos um jogo muito mais controlado que o deles enquanto eles mostraram um jogo mais caótico. Eu acho que estamos mostrando uma preparação diferente toda semana para cada time que iremos enfrentar. Não vai ser diferente com eles. Nós vamos nos preparar o dobro que nos preparamos na outra semana contra eles. Eu acho que é isso, quem se preparar mais, vai vir mais forte e vai subir na escalada. Vamos mostrar mais força contra eles.

Qual o sentimento de ter dado essa volta por cima?

Yampi: É uma gratificação. Trabalhamos muito duro essas semanas todas, estudamos muito o patch. Trabalhei muito com o Turtle e o Lucas (analista da casa). Estudamos muito o que poderíamos fazer para anular o outro jungler e fizemos isso contra o Revolta, que é hoje o melhor jungler do Brasil atualmente. Acho que contra os outros vamos conseguir manter esse trabalho, anular o jungler e jogar em volta do bot, que é uma força muito grande nossa.  Etão é a gente continuar com esse trabalho duro, todo mundo muito focado, trabalhando junto. Essa é a chave para a vitória.

Leia: Os diferenciais de Yampi, o autofill da CNB

Legenda

1 – burstar: É a verbalização da palavra burst. No League of Legends, burst é você causar muito dano em um intervalo pequeno de tempo e explodir um alvo. No caso, burstar o Barão é causar o máximo de dano possível no monstro.
2 – ward + jump: O Jax tem a mecânica de utilizar o seu Q (pulo) em cima das wards.
3 – Hypercarries: No League of Legends, os Hypercarries são campeões que ficam extremamente fortes com o decorrer do jogo e causam uma grande quantidade de dano.

*Entrevista realizada em parceria com Evelyn Mackus, repórter do Mais E-Sports.

Você pode conferir a cobertura completa do CBLoL 2018 com Tabela, data dos jogos e tudo mais, aqui no Mais e-Sports.