Um ano difícil dentro da paiN Gaming, problemas pessoais e a desconfiança da torcida ao “se anunciar” treinador da organização no 2º split do CBLoL 2017, fizeram com que o dono e head coach da paiN, Arthur “PAADA” se emocionasse muito logo após a vitória sobre INTZ no último sábado (19). PAADA conversou com o Mais e-Sports e falou mais sobre a série vencida e também sobre os problemas que foram superados por ele e pela equipe até o momento.

De acordo com o treinador da paiN, o grande mérito da paiN Gaming ter chegado à essa final de CBLoL foi o fato do grupo ter acreditado na mudança que alçou PAADA ao posto de Head coach. Segundo ele, todo o time confia 100% nas decisões dele e do treinador auxiliar César “jUc-” Barbosa.

“Nós tivemos um ano muito difícil. Eu tive tanto dentro da paiN, quanto fatores pessoais e desde que anunciei minha entrada (no cargo de Head coach), eu sabia que ia haver julgamentos, questionamentos e iam desmerecer, mas o mais importante foi que o grupo acreditou. E eu acho que para essa série a gente conseguiu, o grupo confiou cegamente na gente e eu consegui com a união do grupo, eles confiavam 100% nas minhas decisões e na do jUc-. A gente estudou draft, estudou o jogo e com certeza a nós estávamos um passo a frente no meta nessa série e acho que esse é o motivo para gente estar tão orgulhoso”, revelou PAADA.

PAADA conversa com a equipe em um dos intervalos da série contra a INTZ. Foto: Leonardo Muraoka.

O treinador ainda explicou a razão de um fator interessante. Tanto ele, quanto jUc-, não acompanham as partidas até o final. Ao longo de todo o split, era possível ver os dois membros da comissão técnica da paiN Gaming saindo do espaço reservado a eles no estúdio no decorrer da partida e lá ficavam até o final delas.

“Eu acho que nossa leitura da partida depois dos 20 minutos é desnecessária. Após o início do jogo nós focamos no draft e isso foi muito importante. Com o que a gente assistia nos primeiros 20 minutos, nós podíamos concluir onde seriam os fatores decisivos tanto para vitória, quanto para derrota e com isso no decorrer das partidas nós ficamos simulando draft, tanto é que no terceiro e no quarto jogo eu nem si o que aconteceu. Porque nós resolvemos focar exclusivamente no draft, nas falhas do outro time e nas brechas que foram deixadas no decorrer da série”, revelou o treinador.

PAADA aproveitou para fazer uma análise do split até o momento e segundo ele, outro motivo para tanta emoção foi que o time “só viveu disso desde que o CBLoL começou”. O treinador disse que o começo do campeonato da paiN não foi convincente por conta da fase de adaptação com ele no cargo de técnico e também pelo fato da disputa ser em melhor de 2.

“Acho que nós fomos prejudicados por haver tantos empates, apesar de jogarmos bem as séries. Mas com a pausa para as semifinais, a gente conseguiu ter mais tempo e realmente transformar nosso estudo em resultado, fizemos uma leitura muito boa do meta e estávamos prontos para todas as variáveis da série”, ressalta o head coach.

Já quando questionado sobre as entrevistas em que Kami citou o early game como ponto fraco da paiN Gaming, o treinador lembrou que seu time começou atrás em todas as partidas da série contra a INTZ, mas afirmou que a grande diferença foi o fato de que desta vez, o time estava preparado para isso, já que “nossa leitura do meta foi boa suficiente para entender que por termos um draft superior, nós iríamos conseguir abrir vantagem ou voltar no jogo caso saíssemos atrás no early game”. PAADA ainda lembrou que durante toda a semana pré-semifinal, a paiN jogou atrás então os jogadores estavam bem preparados tanto taticamente, como psicologicamente.

Torcida predominante?

Quando o assunto é torcida, é difícil imaginar a paiN Gaming não contar com a maioria de preferência do público, mesmo que isso já tenha acontecido uma vez ou outra. Para PAADA, mesmo enfrentando um jogador que é natural de Minas Gerais na final, a torcida estará em sua grande maioria ao lado da paiN em Belo Horizonte.

“As enquetes de internet já mostram isso (favoritismo em relação à torcida). A nossa torcida é muito fiel, acho que a gente tem uma bagagem imensa para carregar, então tenho certeza que não só teremos a maior torcida, mas também que a nossa torcida será um diferencial para a final”, crava o dono da paiN Gaming.