A paiN Gaming está na grande final do 2º split do CBLoL 2017! A vaga para a decisão da competição que será disputada no ginásio do Mineirinho em Belo Horizonte (MG) no dia 2 de setembro, veio neste sábado (19) depois vencer a INTZ eSports Club por 3 jogos a 1. Com a vitória, o time de Kami e companhia agora espera pelo confronto entre Team One e Red Canids para saber quem enfrentará na final.

Atropelo intrépido

Com um início de jogo de muita cautela por parte das duas equipes, a INTZ saiu na frente da partida apenas aos 9 minutos, quando depois de uma ótima rotação de micaO e Jockster que se juntaram a Shini e Ayel na rota do topo, onde conseguiram não só o first brick, mas também dois abates e de quebra o Arauto.

Depois disso, a INTZ passou a administrar a vantagem obtida e passou a destruir torres, com a paiN Gaming sempre respondendo. Aos 18 minutos de partida, a primeira teamfight do jogo finalmente aconteceu e foi favorável aos intrépidos. Com um grande trabalho de engage e desengage, a INTZ abateu dois adversários, destruiu a primeira torre do mid e ainda levou um Dragão da Montanha.

Aos 20 minutos, depois de um pickoff da INTZ em cima de Kami e Matsukaze, os intrépidos conquistaram o primeiro Barão do jogo e aproveitando do buff e de toda a vantagem obtida no decorrer da partida, micaO e companhia marcharam rumo a base da paiN e passaram a focar na destruição das T3 do mid e da top lane.

Ao fazer o segundo Barão da partida, era questão de tempo para que a INTZ conquistasse a primeira vitória na série. E foi o que aconteceu aos 32 minutos, quando depois de pressionar a rota do bot e aguardar que os super minions começassem a destruir as torres do Nexus, a INTZ ignorou os adversários e deu GG, sem sofrer um único abate durante todo o jogo.

Pentakill para Matsukaze e tudo igual na série!

No segundo jogo da série, tivemos uma partida muito mais movimentada no seu early game no que se diz respeito a tentativa de ganks. Diferente da primeira partida, o first blood ficou para a paiN Gaming depois de um bom gank de Tay para cima de Envy na mid lane.

No entanto, a INTZ novamente teve melhores rotações e conseguiu não só o first brick, como também a destruição de mais torres. A vantagem dos intrépidos durou até os 19 minutos de partida, quando a paiN levou a melhor na primeira teamfight do jogo, quando abateu 4 adversários, sofrendo apenas uma baixa e de quebra levou a primeira torre da mid lane.

Com a paiN Gaming sempre levando vantagem nas teamfights, o time de Kami e companhia se aproveitou de sua composição e passou a proteger muito bom a Tristana de Matsukaze, graças ao bom trabalho do Cho’Gath de Mylon, da Sejuani de Tay e do Galio de Kami.

Aos 40 minutos, depois de fazer o Barão, a paiN foi rumo à base da INTZ e após mais uma teamfight favorável, com direito a Pentakill para coroar a grande atuação de Matsukaze, a paiN Gaming vence a partida e deixa tudo igual na série.

paiN vira a série!

Na terceira partida do confronto, tivemos mais uma vez o first blood nas mãos da paiN Gaming, desta vez após um gank na top lane, onde o Tay abateu Ayel com o auxílio de Mylon. No entanto, a INTZ respondeu com uma grande teamfight na bot lane, onde conseguiu três abates e ainda o first brick da partida.

Depois desses eventos, a partida pegou fogo. Com várias teamfights, ora favoráveis a INTZ, ora favoráveis a paiN Gaming, o jogo continuava muito parelho, até que aos 26 minutos de partida, após um pickoff pra cima do Cho’Gath de Mylon seguido de uma grande teamfight favorável aos intrépidos, permitiu que Ayel e companhia abatesse quatro adversários no total e ainda fizessem o primeiro Barão da partida.

Apesar de ter o buff do Barão nas mãos, a INTZ não conseguiu conquistar muitos objetivos com ele, fazendo com que a paiN Gaming seguisse viva na partida, ainda mais depois de ter duas lutas favoráveis em sequência. Na marca dos 39 minutos de jogo, a paiN conseguiu uma grande teamfight próxima ao covil do Dragão, onde conseguiu 3 abates e também o espaço necessário para fazer o Barão, enquanto a INTZ tentava abater o Dragão Ancião.

Depois de fazer o Barão, a paiN Gaming ainda conseguiu marchar direto para o Dragão Ancião, onde abateu Shini e micaO e de quebra também ficou com o buff do Dragão Ancião nas mãos. Com os dois buffs, a paiN abriu a base da INTZ e depois de levar as torres e inibidores do mid e da bot lane, o time vermelho e preto conseguiu mais uma teamfight favorável e colocou o Nexus do adversário no chão, virando a série para 2 a 1.

paiN Gaming na grande final do CBLoL!

A quarta partida da série começou com Jockster com sua Morgana e Matsukaze com sua Xayah gastando seus Flashes antes mesmo do 1º minuto de jogo. E foi justamente esse detalhe que fez com que a paiN ficasse com o First Blood, já que em uma tentativa de micaO abater o atirador da paiN, justamente por saber que o adversário não tinha o feitiço, acabou dando errado graças ao bom trabalho do Rakan de Loop, que salvou seu companheiro de rota e ainda ficou com o abate.

A INTZ respondeu com o First Brick depois de boa rotação de Ayel e Turtle na mid lane. O bom momento intrépido ficou ainda melhor, depois que o top laner da INTZ não só evitou o gank de Mylon e Tay, como também acabou abatendo os dois adversários.

Com a vantagem nas mãos, Ayel passou a fazer seu papel e começou o split push, enquanto os outros quatro jogadores da INTZ andavam juntos e conquistavam os objetivos pelo mapa, proporcionando assim que a Kalista de micaO também pudesse crescer. Mas a paiN Gaming não se entregava e após levar a melhor em duas teamfights seguidas, encostou na partida, ao ganhar mapa e ir destruindo torres.

Aos 30 minutos de jogo, a paiN Gaming conseguiu fazer o Barão muito rápido e continuou a ditar o ritmo da partida. Com o buff nas mãos, a paiN destruiu todas as torres de fora da base da INTZ e passou a administrar a vantagem obtida, aguardando pelo renascimento do Barão.

Com 38 minutos de partida, a paiN conseguiu uma teamfight favorável e abateu a Kalista e a Morgana de micaO e Jockster, enquanto perdeu apenas o Jarvan de Mylon. Com a vantagem numérica, o time vermelho e preto conseguiu fazer o Dragão Ancião e o Barão e encaminhou a vitória na série.

Depois de 4 abates dentro da base da INTZ e sem perder nenhum campeão, a paiN Gaming colocou o Nexus no chão e conquistou sua vaga na grande final da competição em Belo Horizonte (MG).