Ao afirmar que a mudança de Tockers por Yoda na mid lane era estratégica no último sábado (25), o dono da Red Canids, Felippe Corradini, deixou muita gente intrigada com a arriscada opção de trocar o jogador que atuou durante toda fase de grupos do CBLOL, pelo até então reserva Felipe “Yoda” Noronha.

No entanto, logo após a vitória sobre a paiN Gaming neste domingo (26), com direito a grande atuação de Yoda, o Mais e-Sports conversou novamente com Corradini, que revelou a real razão que fez com que Tockers fosse para o banco de reservas.

De acordo com Corradini, Tockers vinha sofrendo com dores muito fortes no punho direito há uma semana e meia e após levar o jogador ao médico, foi descoberto que o então titular estava com uma tendinite muito aguda, impossibilitando-o de jogar por conta das dores.

“Nós sabíamos da tendinite do Tockers e que ele não poderia jogar por conta das fortes dores. Então preferimos poupar o jogador agora e a decisão de não revelar o motivo da substituição foi para que a paiN não soubesse disso, nós queríamos que eles tivessem medo que o Tockers pudesse entrar a qualquer momento da série, mas ele não estava apto a jogar e não iria entrar em qualquer momento”, revelou o dono da Red Canids.

Ainda segundo ele, Tockers deve estar 100% recuperado da lesão até o final da semana que vem, estando apto assim a jogar a final do 1º split do CBLOL 2017, no entanto, a questão do ex-mid laner da INTZ voltar a titularidade cabe ao treinador Fayan “Gevous” Pertijs.

“O Yoda exerceu com excelência tudo que o Tockers passou para ele, tudo que ele treinou e os dois trabalharam juntos para o bem do time. A organização não interfere nas decisões do técnico e a gente tem total confiança de que o Gevous vai fazer a melhor escolha para a final”, conta Corradini.

Quando questionado sobre o sentimento de estar na final do 1º split do CBLOL, Corradini disse que a Red Canids está começando a escrever a história dela e que agora o foco estará todo voltado para a final.

“Estamos totalmente focados na final agora, iremos trabalhar esses 15 dias e vamos para Recife fazer o que a gente quer fazer, que é ser campeão do CBLOL”, afirma o dono da Red Canids.