Splyce é uma das franquias rejeitadas na LCS EU (Foto: Divulgação/Riot Games)

A LCS EU, campeonato europeu de League Of Legends, não contará com franquias da Splyce, H2K e Paris Saint-Germain para a temporada 2019, primeira com sistema de franquias no EU. De acordo com a ESPN, as duas organizações já tradicionais no torneio e o clube multiesportivo europeu tiveram suas aplicações rejeitadas pela Riot Games.

Seguindo a LCS NA, que aplicou as franquias já na temporada 2018, o EU anunciou que adotaria o sistema em março de 2018, e reuniões com candidatos às vagas têm acontecido desde julho deste ano. Ainda não há informações de quais franquias serão mantidas e retiradas, além das citadas anteriormente.

A H2K e a Splyce estão na LCS EU desde 2014 e 2015, respectivamente. Desde então, as duas têm tido desempenhos consistentes, nunca atingindo o rebaixamento. As equipes receberão uma compensação em dinheiro referente às suas vagas na liga, que parte de dois milhões de euros.

Durante o processo de decisão de franquias da LCS NA, um processo parecido aconteceu — a Immortals, equipe tradicional da liga, teve sua aplicação rejeitada, assim como a Dignitas, Phoenix1 e EnVyUs. Ao final da decisão, três gigantes da NBA entraram com equipes na liga americana: Houston Rockets (Clutch Gaming), Golden State Warriors (Golden Guardians) e Cleveland Cavaliers (100 Thieves).

Veja também: Analisando a trajetória do Flamengo nos eSports