O jungler Diogo “Shini” Rogê deixou a Genesis e atuará na equipe principal da INTZ neste segundo Split de 2017. Mesmo com a chegada de um novo jungler na equipe intrépida, a organização irá continuar com Gabriel “Turtle” Peixoto em seu elenco.

Shini sempre foi conhecido no cenário competitivo de League of Legends como uma das grandes promessas já atuando em equipes como CNB e Keyd Stars.

Foto: Riot Games Brasil

Em 2017, ele atuou pela INTZ Genesis e liderou a equipe durante a conquista da vaga do segundo split do CBLOL 2017. Já sendo responsável por uma equipe do CBLOL, a INTZ é obrigada a vender a vaga conquistada pela Genesis para outra organização.

Dois junglers é a nova moda

A utilização de dois junglers é algo que vem ganhando popularidade no League of Legends. Em 2016, a SKT brilhou utilizando Kang “Blank” Sun-gu e Bae “bengi” Seong-ung durante o Mundial. Neste ano, a equipe contratou Han “Peanut” Wang-ho e continua utilizando a mesma estratégia. Outra equipe sul-coreana que vem utilizando também a estratégia é a Samsung Galaxy, que ficou em segundo lugar na fase regular da LCK. O time tem em seu elenco Kang “Ambition” Chan-yong e Park “Haru” Min-seung.

No Brasil, a paiN Gaming tenta fazer algo semelhante com Thúlio “SirT” Carlos e Rodrigo “Tay” Panisa. Porém, durante a semifinal contra a Red Canids o treinador Gabriel “Mit” Souza não realizou nenhuma substituição e SirT jogou toda a série.

Com Turtle e Shini, o treinador Peter Dun poderá surpreender ainda mais durante os jogos da INTZ no segundo split do CBLOL.

Veja: “A verdadeira hora de me provar é agora” diz Shini