A Riot Games publicou na noite desta sexta-feita (23) o comunicado oficial sobre a punição da INTZ pelo aliciamento do jogador da Red Canids Gustavo “SacyR” Rossi.

O comunicado oficial da Riot desmente a versão apresentada pelo presidente da INTZ, Lucas Almeida, na última quarta-feira (21), onde o intrépido afirmou que nem o outro sócio da INTZ, Rogério Rodrigues, nem o jogador reserva da equipe Luan “SnK” Almeida, teriam feito qualquer tipo de proposta para SacyR, enquanto o mesmo estava na Gaming House da atual campeã do CBLOL.

“O profissional da Red Canids, durante toda a sua estadia na Gaming House da INTZ, foi convidado diversas vezes por Rogério e pelo jogador Luan “SNK” Almeida a entrar para o time INTZ”, revela diz o comunicado oficial.

Por ter divulgado no Twitter a versão da INTZ dos fatos, antes mesmo da publicação oficial da punição imposta pela Riot, a desenvolvedora do jogo resolveu por punir também Lucas Almeida, por expor publicamente informações sobre o caso antes da divulgação oficial por parte da Riot.

“Infelizmente, houve um agravante na situação pois a INTZ, através do seu presidente Lucas Almeida, decidiu se posicionar publicamente sobre o caso antes mesmo da divulgação oficial do resultado por parte da Riot. Neste comunicado foram reveladas informações que deveriam ser mantidas entre as partes para garantir a integridade dos envolvidos. Ao mesmo tempo, a publicação da INTZ deixa de fora muitos detalhes e testemunhos do caso, o que pode gerar interpretações erradas sobre os envolvidos.”

Com isso, o jogador Luan “SNK” Almeida esta suspenso por 5 (cinco) meses competitivos de qualquer equipe do CBLOL ou Circuito Desafiante.O gerente Rogério Almeida e o presidente Lucas Almeida foram suspensos dos eventos oficiais da Riot por 10 (dez) meses competitivos, também não poderão representar outra organização durante este período. A INTZ também vai ter que pagar uma multa de R$ 5.000,00.

Você pode conferir o comunicado oficial da Riot aqui.