Após a derrota para a RED Canids Corinthians que decretou o rebaixamento da paiN Gaming, a organização liberou o suporte Caio “Loop” Almeida para entrevistas à imprensa. O jogador comentou sobre a campanha da paiN Gaming, toda a pressão que envolveu a equipe nas últimas semanas e também mandou um recado para toda a torcida. Confira:

Se inscreva no canal do Mais e-Sports e não perca os próximos vídeos:

Instale agora o Battlerite

Vocês tiveram vários “quases” no CBLOL. Qual o motivo de tantos “quases”?

Loop: Eu diria que a gente ficou muito no quase por causa da nossa inconstância realmente dentro do jogo. A gente tinha treinos bons, tínhamos uma evolução legal toda semana, mostrando uma evolução boa nos treinos e aplicando ela no CBLOL também. Mas chegava ali no terceiro jogo e nós não conseguíamos finalizar geralmente, ou tinha um primeiro ou segundo jogo que não encaixava muito bem. Não conseguíamos aplicar o nosso jogo com constância. Foi basicamente inconsistência que levou a gente a chegar em uma situação bem ruim.

O que você acha que levou a paiN a ter essa inconstância.? 

Loop: É difícil explicar o motivo da inconstância. A gente simplesmente não conseguiu aplicar o gameplay. São detalhes dentro do jogo. Cada semana eram detalhes diferentes dentro do jogo e toda hora estávamos correndo contra o tempo, toda hora tentando ganhar os detalhes que a gente perdeu. Encontrávamos novas dificuldade.
Acabou que o formato agora faz com que cada derrota teve um peso significativo. Após perder 3 séries a gente já estava em uma situação complicada, mesmo tirando jogos de times bons, mesmo mostrando um gameplay bom, mesmo mostrando a capacidade de conseguir ganhar. A gente foi se colocando em uma situação difícil por causa desses detalhes que acabamos perdendo.

Como foi jogar essa série com tanto peso e tanta pressão?

Loop: Foi uma série complicada. Você tem que ter o emocional muito forte para ter a cabeça fria e controlada ali. Eu diria que nas últimas duas semanas afetou sim um pouco a nossa mentalidade. Talvez nas últimas três, mas eu diria nas últimas duas. A gente vinha para o jogo já com um peso muito grande, algo que não pode acontecer. Você tem que entrar no jogo mais relaxado, mais tranquilo, para conseguir jogar bem. E eu acho que nas últimas duas semanas afetou realmente de nós estarmos muito travados, muito afobados em certas horas e não conseguir mostrar o jogo que deveríamos ter mostrado.

Foto: Riot Games

Acredita que caso o CBLOL tivesse mais jogos (ida e volta) a história teria sido diferente?

Loop: É difícil prever qual seria o resultado com formatos diferentes. Essa é uma pergunta um pouco complexa. Eu diria que poderia acontecer “n” situações diferentes caso o formato fosse diferente. Não acho que a gente deve se culpar nisso porque a gente joga de acordo com as regras. Esse era o formato, a gente tinha que saber jogar de acordo e a gente não soube.

O que você espera do futuro? Irá continuar na paiN e jogar o Desafiante?

Loop: Eu não sei quais são os meus planos para o futuro. É um pouco complicado dizer isso. A gente acabou de sair do jogo então estamos com as emoções à flor da pele. Mas eu não tenho nada de ruim para falar da paiN, a paiN durante todo o ano veio tentando dar a estrutura. Eles deram toda a estrutura e todo o planejamento necessário para a gente performar, para a gente ir bem no campeonato. Foi uma questão que a gente não conseguiu realmente encaixar os resultados.

Teria algum recado para a torcida da paiN?

Loop: Eu tenho que agradecer realmente a torcida da paiN por eles terem nos apoiado tanto nesse split. A gente sabe que foi uma situação delicada desde o começo mas independente de quão ruim estava a situação, eu sempre recebia mensagens boas, eu sempre recebi mensagens que nos encorajavam, mensagens muito bonitas que nos colocavam para frente. Eu só tenho palavras boas para dizer sobre eles, tenho que agradecer a eles por essa oportunidade de estar aqui e pelo apoio independente do que estava acontecendo.

*Entrevista realizada em parceria com Evelyn Mackus, repórter do Mais E-Sports.

Você pode conferir a cobertura completa do CBLoL 2018 com Tabela, data dos jogos e tudo mais, aqui no Mais e-Sports.

Veja também: Entendendo a Flâmula do Comando e como o item funciona