- Publicidade -

O Flamengo eSports estreou bem no CBLoL 2020, ao bater a paiN Gaming, na partida de abertura do torneio nesta temporada. A equipe rubro-negra protagonizou uma partida disputada, mas saiu com a vitória após encaixar melhor as lutas e abrir vantagens aos poucos.

Após a partida, o Mais Esports conversou com o coach do Flamengo, Djoko, recém chegado na equipe para 2020. Ele enfrentou sua ex-equipe nesta estreia do CBLoL (passagem de um ano e meio pela paiN, com título do Circuito Desafiante e retorno à elite) e comentou não só a sensação de enfrentá-los, mas a preparação para começar bem a temporada.

“Eu tenho um carinho enorme pela paiN, quando saí de lá, falei isso para todos. É um time diferenciado e com certeza quem passa por lá, sabe do que eu to falando. Há uma mágica no ar. Mas, sou profissional, e assim que termina um ciclo, o carinho fica, mas olho para frente. […] Eu conheço muito bem dois jogadores de lá, joguei com o Yang na INTZ, e trabalhou comigo na Keyd e na paiN. O Tin trabalhou comigo na CNB e na paiN. Sei mais ou menos do que eles gostam, tinha também um pouco de conhecimento do brTT que os meninos (do Fla) me trouxeram, mas o que se sobressaiu, foi nosso coletivo, todos estarem na mesma página. A preparação foi mais focada no que nós poderíamos fazer, como fazer, do que propriamente na paiN.”

WooFe, Ranger, Goku, Absolut e Luci formam parte do elenco do Fla em 2020 (Foto: Riot Games)

Uma das novidades do Flamengo para esta temporada foi a mudança de empresa que gerenciava a organização de Esports. Com a saída da Go4it, a Team oNe, junto com a Simplicity, assumiram esta função. Quanto a isso, Djoko afirma que é essa “aliança” que pode ajudar o Flamengo a ficar mais forte: “É muito importante a torcida entender que o Fla tinha um teto, um limite, que poderia chegar sozinho, e apesar do título e de ir ao Mundial, muitas coisas estavam fora do eixo. […] Eu sei que o pessoal pode ser meio cético com isso, mas é uma parceria muito tranquila, e que eles (oNe e Simplicity) podem nos ajudar a chegar no nível de excelência nos Esports”, explicou o treinador.

Cerca de um dia antes do início do CBLoL, o head coach sul-coreano, StarDust, foi anunciado na comissão técnica rubro-negra. Djoko aproveitou para esclarecer como será a participação do recém chegado na staff da equipe. “Eu participei da seleção do head coach e eu entendo o quanto subiu o nível do CBLoL. E eu fiz o pedido para o Flamengo ‘se eu puder ter alguém muito melhor que eu, eu prefiro’, porque eu sei das minhas qualidades mas sei também das minhas limitações. O StarDust vai nos ajudar, tanto em filosofia, quanto em jogo, a chegarmos onde temos que chegar. Por ele não conhecer o país, nós dividimos muitas coisas, o que cada um pode somar, nós somamos. Hoje ele não pôde estar no palco, mas provável que a partir da 2ª semana, ele estará ao meu lado.”

StarDust (esq.) e WooFe (Dir.) fizeram sua estreia pelo Flamengo eSports (Foto: Riot Games)

Por fim, apesar da unanimidade do cenário em considerar positiva a vinda de coreanos ao Brasil, Djoko explicou os pontos específicos onde, de fato, pode ser vista uma melhora. Segundo o coach, os coreanos possuem uma política de trabalho diferente dos brasileiros. “Eles são mais diretos, imparciais e profissionais, no sentido de estarem focados na tarefa e não levarem as coisas para o pessoal.” O fato deles tentarem entender o jogo de forma mais profunda, de acordo com Djoko, os faz levantar a moral do time. Contudo: “Talvez, o ponto que tem que ser mais cuidado é, pela diferença cultural, muitas vezes eles não entendem certas situações típicas do brasileiro. É aquilo, saber tirar o melhor, a ética profissional e a diligência dos coreanos, colocar no grupo, mas não deixar que eles percam a questão do grupo fortemente brasileiro, já que o brasileiro tem uma união muito forte, quase familiar. É a mescla de usar o que eles têm de bom e passar para eles toda a vibração que o Flamengo tem, e muita.”

Os rubro-negros iniciaram o CBLoL com vitória, mas possuem mais um compromisso nesta primeira semana. A equipe de Ranger e cia enfrenta a Vivo Keyd neste domingo (26), na primeira partida do dia. Os Guerreiros, por sua vez, perderam na estreia para a PRG e buscam o primeiro tento da season.

Confira a cobertura completa do CBLoL no Mais Esports.

Veja também: Flamengo estreia o CBLoL com vitória em cima da paiN