O League of Legends completou 10 anos em outubro deste ano e em comemoração a Riot Games mostrou várias novidades, tanto relacionado ao próprio jogo quanto outros lançamentos da empresa. As surpresas foram desde versão mobile do LoL e TFT até o lançamento de um jogo de cartas, um FPS, MMO e até mesmo uma série animada.

Com tanta coisa nova, é claro que os fãs começaram a ter preocupações com o futuro do League of Legends e como seria dividido o foco no jogo que foi o responsável pelo sucesso da Riot. No Pergunte à Riot especial de 10 anos, o rioter Cactopus, líder de comunicação da empresa, comentou um pouco sobre o quadro de funcionários da Riot e como será dividida a atenção entre tantos jogos.

“[…] Nós estamos trabalhando em novos jogos há anos. Na verdade, já faz um tempo que a equipe do League of Legends (incluindo o marketing) representa apenas 20% do total de funcionários da Riot. Grande parte desses 80% restantes têm trabalhado na surdina para desenvolver os novos jogos da Riot e toda a infraestrutura global que iremos precisar para trazer novos jogos ao mercado.

Além disso, também temos pessoas que vêm tralhando em outras mídias criativas, como a nossa primeira série animada conhecida como Arcane. Esses Rioters estão finalmente compartilhando o trabalho deles com vocês, mas a equipe do League of Legends para PC continuará firme e forte. É melhor vocês apertarem os cintos, Invocadores, porque esses próximos 10 anos de League of Legends serão melhores que os 10 primeiros.”

Como já era esperado, a empresa irá continuar focando fielmente no LoL para que o jogo continue sendo um dos mais populares do mundo por muitos anos, mas também com atenção para outros títulos que irão buscar não só quem já é fã do universo de League of Legends.

Veja também: Riot comenta sobre reação negativa da comunidade em dublagem de Emicida