- Publicidade -

O Flamengo encerrou mais um fim de semana do 1º split do CBLoL 2020 com duas vitórias, sobre Redemption e KaBuM. Esta última, inclusive, uma das mais emocionantes do fim de semana, considerando o fato de que os Ninjas não vivem boa campanha na temporada e chegaram a estar à frente contra o rubro-negro.

Após mais um 2-0, o Mais Esports conversou com o treinador flamenguista, Djoko, que comentou sobre mais um fim de semana vitorioso, com ressalvas. Para ele, de fato foi uma semana vitoriosa, mas não “de agradar aos olhos”.

“No fim do dia o resultado apareceu. Acredito que temos uma equipe que conseguiu ter a sintonia para fazer as jogadas, mesmo que dependendo do individual, conseguimos. Então, satisfeito com o resultado, mas não com a atuação da equipe que acho que pode melhorar muito”, afirma Djoko.

Muito tem se falado sobre os erros cometidos pelo Flamengo em suas partidas, erros estes que podem custar vitórias, como quase aconteceu contra a KaBuM no domingo. Quanto a isso, Djoko aponta para dois lados: os erros de fato e o achismo.

“Óbvio que o time vai ter erros, nenhum time no Brasil, nem no Mundo, está jogando um LoL perfeito. Entendemos sim que os erros existem, mas tem muita coisa que se mistura o erro com o achismo. Claro, cometemos erros hoje, ontem e cometemos desde a primeira partida, mas, por exemplo, criticaram a escolha do Goku, Mordekaizer. Nós tínhamos preparado algo para Yasuo, e um dos picks era o Morde, então não é porque o Goku não está jogando como referência que isso é algo ruim. Não, isso é planejado”, explica o treinador.

Talvez o momento mais delicado para o Flamengo nesta última partida do fim de semana tenha sido a luta, iniciada pelo próprio rubro-negro, quando Absolut ultou de Varus no Ornn adversário. Apesar da rápida iniciação, o Fla não contava com seu campeão mais poderoso no momento, o Renekton de WooFe. Djoko admite que esta luta em específico não foi como planejada, e afirma que reconhece os erros  da equipe: “Vamos trabalhar mais do que nunca para mudar.”

Djoko afirma que irá trabalhar mais do que nunca para corrigir erros do Flamengo (Foto: Riot Games)

Ainda sobre esse momento, o coach explica que o AD Carry rubro-negro acreditou ter visto um momento oportuno, mas, como dito antes, não contavam com o jogador mais poderoso. “O Varus não tinha nenhum item como o Último Sussurro nem nada do tipo. Nós tínhamos que usar nossa composição para matar um alvo prioritário, como fizemos com a Taliya.”

“Foi uma leitura difícil, ele achou que era um bom momento, mas ele não olhou para o WooFe, perdemos uma luta crucial naquele momento e quase perdemos o jogo. Mas eu enalteço a força deles para aguentar um Barão e um Ancião, muitos teriam desistido, eles tiveram tenacidade para aguentar e virar o jogo. Eu prefiro ver não só o erro, mas a capacidade deles de, mesmo sob pressão, vencer o jogo”, elogia Djoko.

O Brasil está seguindo um caminho diferente das outras regiões neste início de temporada. No CBLoL, vemos equipes jogando para a rota do topo, ao contrário do que vem sendo feito ao redor do mundo. Explicado esta tendência nacional, o treinador do Flamengo explica que os campeões com rotas fortes, como Renekton e Aatrox, estão funcionando no Brasil, o que “obriga” o adversário a jogar para o Topo.

Ranger é um dos grandes nomes do Fla neste início de temporada (Foto: Riot Games)

“Eu vejo que tem muito mais relação com os picks, do que uma tendência da região em si. O Top, infelizmente, é complicado. Não diria inútil, caso você tenha um Renek muito forte não é inútil, mas é uma ocasionalidade, nós conseguimos fazê-lo crescer, porém não necessariamente ele vai ficar tão forte.”

O Flamengo é atual líder do CBLoL com cinco vitórias e somente uma derrota. Por conta da paralisação do campeonato, causado pelas fortes chuvas que atingiram São Paulo na última segunda-feira (10), o rubro-negro e todas as outras equipes ficarão sem atuar até o próximo dia 29, quando a competição retorna em local improvisado, ainda não anunciado.

Você pode conferir a cobertura completa do CBLoL no Mais Esports.

Veja também: Doublelift possui o pior KDA entre os atiradores da LCS 2020 até o momento