- Publicidade -

O caçador europeu Broxah deixou a Fnatic e foi contratado pela Team Liquid para a temporada 2020. A movimentação foi uma das maiores deste mercado de transferências, mas até o momento o jogador ainda não fez sua estreia na LCS. Broxah está com alguns atrasos para conseguir seu visto para os Estados Unidos, por isso já desfalcou o time norte-americano em quatro jogos.

No começo do ano, Steve Arhancet, CEO da Team Liquid, havia falado em seu Twitter que a estreia de Broxah e Shernfire (contratado para o time academy) não acontecer em breve, pois havia atrasos no processamento do visto de ambos. O treinador sul-coreano Cain também passava pelo mesmo problema. Atualmente, o caçador academy e o treinador já estão em solo norte-americano, mas Broxah ainda continua sem a permissão para se mudar.

A Team Liquid terá a resposta final sobre o visto do caçador nesta quinta-feira (6). Em uma stream do jornalista Travis Gaffort, o próprio Steve fez um comentário sobre a situação do visto.

“Eu sei que estamos bem calados sobre o visto de Broxah e o maior motivo disso é que está muito fora do nosso controle. Mas, porquê você é o Travis e eu gosto muito de você, vou compartilhar mais uma informação. Essa quinta é uma importante data, nós vamos saber a resposta sobre a aprovação do visto (aprovado ou negado)”, comentou Steve no chat da Stream de Travis.

No momento, a Team Liquid está usando Shernfire como caçador titular na LCS, e permanece com duas vitórias e duas derrotas. Você pode conferir a cobertura completa da competição aqui.