A H2K postou um comunicado neste sábado (02) em seu site oficial onde diz que se a Riot Games não providenciar mudanças no formato da LCS EU (mais especificamente no formato financeiro), essa temporada será a última da equipe na competição.

De acordo com o comunicado, a organização vem sofrendo prejuízos de mais de 1 milhão de euros anuais, e que a maioria das equipes também sofrem grandes percas financeiras durante a competição.

“O fato é que a maioria das equipes de League of Legends perdem dinheiro. Os custos operacionais continuam a aumentar drasticamente e a compensação da equipe da RIOT cobre apenas uma pequena fração desses custos. Em essência, as perdas de equipe estão subsidiando as atividades de marketing de uma empresa de vários bilhões de dólares.”

A organização disse que só vai permanecer na LCS EU caso a Riot faça mudanças no formato financeiro da liga, formato que forneça uma estabilidade financeira as equipes, bem semelhante ao formato de franquias que foi anunciado para a LCS NA e para a LPL.

“Consequentemente, a propriedade da H2K tomou a decisão de que não vamos subsidiar financeiramente a RIOT e não continuaremos na LCS EU além da temporada de 2017, a menos que a RIOT crie uma nova estrutura financeira e operacional. A RIOT deve fornecer às equipes da LCS EU a oportunidade realista de ganhar com subsídios e participação nas receitas, com uma remuneração mínima de pelo menos 850 mil euros por ano. Reconhecendo que, como equipes, devemos realizar e contribuir para o sucesso da liga, aceitamos que uma parte da participação nas receitas deve basear-se em desempenho competitivo, audiência, atividades efetivas de branding e outras métricas razoáveis.”

A organização terminou o comunicando exaltando seu desejo de continuar na competição, mas que para isso aconteça, a Riot teria que tomar providencias justas perante ao formato financeiro do campeonato. A Riot Games ainda não se pronunciou sobre a posição da equipe, e nem comentou sobre alguma futura alteração de formato da LCS EU.