Após os três jogos do primeiro dia do MSI 2017, Hugo “Dioud” Padioleau concedeu entrevista à todos da imprensa e falou sobre a polêmica do Tweet de Yoda. O francês da Red Canids atuou no Brasil em 2015 pela paiN Gaming e vem vestindo a camisa da Red Canids desde 2016.

Foto: Riot Games Brasil

“Eu acho que o time já estava bem unido antes disso. A gente conheceu Yoda muito bem. A gente sabe que as palavras dele não foram o mesmo para ele que as pessoas podem entender. A gente sabe que Yoda não é esse tipo de pessoa. Então a gente confiou nele. Ele errou, ele vai assumir e está lidando bem com isto. Ele aprendeu com isto, ele vai crescer como pessoa mas a gente vai ficar o mesmo time.” Dioud logo depois reforça sobre a confiança mútua entre a Red Canids e Yoda: “Nós confiamos nele e ele na gente.”

Um dos jornalistas questionou qual era a visão de Dioud pois ele também é um estrangeiro. Ele responde: “É bem complicado. Sempre vai ter pessoas que vai levar este tipo de brincadeira a sério. Quando eu cheguei aqui no Brasil todo mundo estava me chamando de ‘baguete’ mas eu não vejo alguo ruim para mim sobre isto. Mas sempre vai ter alguma pessoa que vai achar este tipo de palavra ruim. Ainda mais porque o Yoda gosta de fazer muita zueira e se você pegar isto fora do contexto pode ser algo ruim. Mas quando você aprender a conhecer a pessoa você irá entender que é apenas uma zueira, mas hoje em dia é assim então só tem que aceitar.”

Além de Dioud, o top laner japonês da Rampage Evi também comentou sobre o caso e falou que ficou “um pouco chocado.” Você pode conferir a entrevista completa clicando aqui. O Mais e-Sports também conversou com exclusividade com ‘clayitinho‘, autor da denúncia contra Yoda. Confira toda a entrevista.

A Red Canids está com duas vitórias e uma derrota no MSI 2017. O time volta a jogar neste domingo (30) veja as tadas e horários no Mais e-Sports.