Liquid DreamHack Master Dallas
Liquid comemora o título da DreamHack Masters Dallas (Foto: Adela Sznajder/DreamHack)

A Team Liquid é a nova líder do ranking da HLTV – principal referência do Counter-Strike: Global Offensive mundial. Os norte-americanos destronaram a Astralis, que ocupava o topo da tabela há 406 dias, desde 23 de abril de 2018.

A atualização aconteceu nesta segunda-feira. Com o título da DreamHack Masters Dallas, Jonathan “EliGE” Jablonowski e seus companheiros pulou de 799 para 1000 pontos, enquanto a Astralis caiu de 887 para 758 pontos.

Com isso, a Liquid se torna o primeiro time norte-americano a assumir a ponta do ranking da HLTV. A equipe vem em uma crescente desde 2018 – quando ainda contava com os brasileiros Epitácio “TACO” Filho e Wilton “zews” Prado -, e antes da DreamHack Masters Dallas já havia vencido a IEM Sydney e o iBUYPOWER Masters IV.

A Astralis, por sua vez, vive um dos momentos mais conturbados desde sua criação. Prezando por uma agenda com mais tempo livre, a equipe jogou apenas quatro torneios presenciais em 2019, além da fase de grupos da ESL Pro League. Destes, três foram competições do circuito BLAST Pro Series – que é organizado pela RFRSH Entertainment, empresa dona da Astralis.

Com isso, Lukas “gla1ve” Rossander e seus comandados perderam uma série de torneios tier 1, além de diminuir drasticamente o número de séries md3 disputadas – já que a BLAST Pro Series só tem partidas desse tipo na decisão. Apesar de ter jogado cinco torneios na temporada, só um a mais que a Astralis, a Liquid teve mais embates deste tipo em torneios como IEM Sydney, cs_summit e a própria DreamHack Masters Dallas.

A liderança da Liquid será colocada em teste já nesta semana, quando começam às finais da 7ª temporada da ECS. A equipe norte-americana não está na disputa, ao contrário da Astralis, que venceu a primeira seletiva europeia. O próximo torneio com as duas potências é a decisão da 9ª temporada da ESL Pro League, entre 18 e 23 de junho, na França.

FURIA NA 11ª POSIÇÃO

Além da Liquid, outra equipe que deu um salto no ranking foi a FURIA. Depois da campanha de 3-4º lugar na DreamHack Masters Dallas, os brasileiros saíram da 19ª posição para chegar até a 11ª.

A FURIA tem 253 pontos, com 38 de vantagem sobre a Renegades, que é a 12ª colocada. A diferença para a MIBR, primeira brasileira no ranking e atual 8º lugar do mundo, é de 67 pontos.

A equipe terá ainda mais chance de subir na lista por conta do calendário das próximas semanas. A FURIA disputará as finais da ECS, a Moche XL Esports e a ESL One Cologne – além de competições online importantes, como os playoffs da MDL e a seletiva fechada do minor americano.