As cinco primeiras cidades que vão receber franquias da nova liga de Call of Duty foram definidas. Atlanta, Dallas, Nova York, Paris e Toronto sediarão times na liga ainda sem nome definido.

A informação foi revelada pela Activision Blizzard na última quinta-feira. As cinco primeiras proprietárias também contam com times na Overwatch League – outro produto da empresa.

Entre as novas donas da liga do Call of Duty, a de Dallas é a mais enraizada no jogo. Quem comprou a franquia texana foi a Envy Gaming Inc, proprietária da Team Envy, uma das equipes mais tradicionais da modalidade e que faturou o título mundial em 2016.

“As raízes da nossa organização estão em Call of Duty. A Envy foi fundada como uma equipe profissional de Call of Duty em 2007 e minha própria jornada como profissional de esports começou como um jogador, treinador e locutor de Call of Duty. Construímos uma das equipes de Call of Duty mais vitoriosas do mundo na última década e estamos empolgados em trazer esse legado para a nova liga de Call of Duty em Dallas, sua cidade natal”, afirmou Mike “hastr0” Rufail, proprietário da Envy.

Todos os outros donos já têm investimentos em outros esports, especialmente Overwatch. A franquia de Atlanta foi adquirida pela Atlanta Esports Ventures, a de Nova York pela Sterling VC, a de Paris pela c0ntact Gaming e a de Toronto pela OverActive Media.

“O lançamento da nossa nova liga de esports de Call of Duty, reafirma nosso papel de liderança no desenvolvimento de esportes profissionais. Já vendemos os times de Call of Duty em Atlanta, Dallas, Nova Iorque, Paris e Toronto para os atuais donos de equipes da Overwatch League, e anunciaremos outros proprietários e mercados ainda este ano. Nossos donos valorizam o nosso modelo profissional e global baseado em cidades, o sucesso que tivemos com parceiros de transmissão, patrocinadores e licenciados, e a paixão com a qual nossos jogadores responderam aos nossos eventos”, afirmou Bobby Kotic, CEO da Activion Blizzard.

É esperado que a nova liga comece no próximo lançamento de Call of Duty, que deve acontecer no trimestre final de 2019. O número e o valor das franquias não foi divulgado, mas a ESPN reportou que ele deve ser de US$ 25 milhões.