Nessa quinta-feira (13), a organização russa Virtus.Pro anunciou a saída da sua atual line-up de CS:GO, além do fim das atividades no cenário competitivo por tempo indeterminado. A decisão veio após diversos resultados ruins da equipe, que foi eliminada ainda na fase de entrada do FACEIT Major: London 2018 e da EPICENTER 2018, além de não ter conseguido se classificar para a ESL Pro League Season 9 EU e ter terminado em quinto na BLAST Pro Series Istambul.

O anúncio veio através do Twitter da organização:

A Virtus.Pro vinha em uma lenta decadência que piorava ano após ano até chegar na decisão de terminar com a equipe. Os poloneses foram considerados por muito tempo um dos melhores times do cenário mundial de Counter Strike, tendo sua época de ouro entre 2014 e o inicio de 2017, quando venceram troféus como o ESL Major Series One Katowice 2014, Gnifity G3 2014ESL ESEA Pro League InvitationalCEVO Season 8 Professional, ELEAGUE Season 1 e DreamHack Masters Las Vegas 2017.

Logo após o excelente início de 2017, as coisas começaram a piorar e a organização viveu um ano de altos e baixos e de muita inconsistência, com sua equipe as vezes chegando a ser vice campeã como na EPICENTER 2017, ou terminando em último lugar como na ESL One Cologne 2017.

Já em 2018 foi quando tudo veio por água abaixo, e a VP passou a colecionar fracasso após fracasso, fosse em LAN ou liga online, o que culminou na saída do jogador Wiktor “TaZ” Wojtas, que rumou a Kinguin. Mesmo com a mudança, a situação não melhorou e foi a vez de Janusz “Snax” Pogorzelski ir para a mousesports e Paweł “byali” Bieliński passar para o banco de reservas, dando uma sobrevida a equipe e renovando as esperanças da organização como disse o gerente geral da Virtus.Pro Roman Dvoryankin: 

“Depois do Major de Londres, nós estávamos bastante otimistas quanto ao potencial da line-up atual. Infelizmente, nossas expectativas não foram alcançadas.” 

Como os resultados ruins continuaram a organização decidiu se separar do atual quinteto, que era composto por Filip “NEO” Kubski, Jarosław “pashaBiceps” Jarząbkowski, Michał “MICHU” Müller, Michał “snatchie” Rudzkique e Piotr “morelz” Taterka, que agora estão considerados como inativos.

O gerente geral da organização Roman Dvoryankin ainda disse que não deve abandonar o cenário competitivo de CS por completo, e a Virtus.Pro pretende voltar no futuro com novos jovens atletas:

“Nossa estratégia a longo prazo é construir um time competitivo composto por jovens jogadores. Eu gostaria de pedir a nossos fãs para nos apoiarem ao máximo nestas próximas semanas”

Veja também: Luminosity Gaming anuncia a contratação de Boltz