Depois de dois casos de discriminação de gênero sobre a equipe feminina Vaevictis, a Riot Games anunciou nessa quinta-feira (21) que alertou a ROX e a Vega Squadron. Ambos times infringiram a regulação da liga das Comunidades dos Estados Independentes, a LCL, segundo a empresa.

No caso da ROX, cinco suportes foram banidos. “Embora não seja tecnicamente contra as regras, tanto a Riot Games quanto a comunidade do League of Legends entendeu o ato como um sinal de desrespeito” – afirmou a nota.

Já a situação da Vega foi outra. Os jogadores estenderam propositalmente a partida, parando para dançar e afins. A Riot declarou que a atitude foi antiesportiva.

A empresa também disse considerar “discriminação de gênero – e qualquer outro tipo de discriminação – totalmente inaceitável, e espera que todos os jogadores da LCL demonstrem integridade no competitivo e respeito com seus oponentes”.

ROX e Vega foram alertadas pelas atitudes recentes, o que significa que a punição será maior caso ações como essa sejam repetidas. Além das duas equipes, as outras organizações e seus jogadores foram avisados pela Riot, preventivamente, que esses comportamentos não são aceitos pela empresa.