A polêmica da Red Canids está virando o cenário de cabeça para baixo. Com as informações que eu tenho, irei apresentar para vocês aqui um resumo dos fatos e dos acontecimentos.

Irei colocar também o Link de algumas matérias maiores para quem tiver mais interesse de ler sobre alguns acontecimentos.

O Começo de Tudo… Após a Riot anunciar que nenhuma equipe poderia ter mais 2 times no CBLOL KaBuM e INTZ precisavam vender ou simplesmente se livrar de uma de suas equipes.
A Keyd se precipitou à regra e vendeu a Keyd Warriors para a G3X.

Me siga no Twitter (@ericat_lol) para ficar por dentro das novidades do E-Sport no Brasil e no Mundo!

O “Grupo de Empresários”

Muitas dúvidas estavam rodando o CBLOL no final desse Split. Ninguém sabia o que aconteceria. A KaBuM deixou sua vaga de lado e se concentrou apenas em um time. Já a INTZ anunciou a venda da Red para um “grupo de empresários”. 

A publicação da INTZ ficou sem nenhuma contestação até essa semana onde o Omelete divulgou uma matéria mostrando que os donos da Red Canids seriam o Filho de um dos donos da INTZ e a namorada do Outro sócio do time. Isso realmente gerou muita polêmica, gerando piadas e memes.

A polêmica se formou ai e inclusive foi um dos assuntos no Resumo Semanal aqui do LOLNews – Clique Aqui para ver.

Pronúncia do Vice-Presidente da INTZ

O Vice-Presidente da INTZ Lucas “Simon” Almeida se pronunciou e comentou sobre toda situação. De acordo com Simon, a INTZ e a Red Canids estão totalmente dentro das normas que a Riot exigiu para o ano de 2016.

Clique Aqui para ler toda a pronúncia dele

Times ameaçam “Boicote ao CBLOL”

Novamente, mais polêmicas foram para a mídia através do Omelete. O site escreveu que 5 times estavam ameaçando a Riot de Boicotar o CBLOL. KaBuM, paiN, Keyd, CNB e G3x ameaçaram de não jogar o campeonato caso a Riot não faça nada em relação a situação da Red Canids.

Até agora a Riot não se pronunciou.

Clique aqui para ver o Power Rankings do CBLOL 2016

Vazam conversas que apontam um acordo entre INTZ e Riot

Para finalizar o dia de hoje (8/1) o Omelete publicou supostas conversas vazadas onde a Riot haveria feito um acordo com a INTZ. Não podemos afirmar a legitimidade das conversas “printadas” por um ex-funcionário. Porém, ela gerou ainda mais polêmica para o dia de hoje.

Nesse acordo a INTZ não precisaria vender o time. A publicação acusa que ocorreu uma “vista grossa” da Riot.

Confira uma print da conversa abaixo:

conversa vazada INTZ

Também foi divulgado que PH Suman se manifestou para o site sobre o caso:

no momento, as equipes estão dentro do regulamento. O que fazemos é exigir que as organizações tenham nome, CNPJ e quadro societário totalmente distinto umas das outras e essa exigência que fizemos, eles cumpriram”.

Riot resolve falar

De acordo com a Riot, a empresa não teve nenhum tipo de acordo com nenhum time ou empresário. A empresa também falou abertamente para o público que iniciará uma investigação entre as 2 equipes para avaliar melhor a situação.

Clique aqui para ver mais sobre o pronunciamento da Riot.

Fiquem atentos no LOLNews para mais novidades sobre o Assunto. Iremos atualizar essa publicação caso ocorra mais novidades no caso.

Já viu Resumo Semanal aqui do LOLNews? – Clique Aqui para ver.