Rafael “Rakin” Knittel assinou com a Team Liquid e é o primeiro jogador brasileiro à ser contratado por uma equipe de uma região major do League of Legends.

O mid laner estará como reserva da equipe principal da organização e poderá atuar também na equipe academy, além de atuar como streamer da organização norte-americana. Rakin já está em Los Angeles ao lado dos outros jogadores. Neste fim de temporada, a Liquid anunciou algumas mudanças: Nicolaj “Jensen” Jensen deixou a Cloud9 e entrou para a equipe, enquanto Jo “CoreJJ” Yong-i entrou no lugar de Kim “Olleh” Joo-sung. Rakin chegará como o terceiro reforço para a equipe que venceu a NA LCS nos dois splits de 2018.

O brasileiro já teve passagem no cenário norte-americano, onde jogou pela antiga CLG Black, equipe B da CLG, em 2015. Logo depois, Rakin voltou para Brasil, onde atuou mais recentemente pela Big Gods, paiN Gaming e CNB.

Rakin teve uma crescente em sua popularidade nos últimos dois anos e chegou a ser o 2° jogador mais votado para o All Star 2018, ficando atrás apenas de brTT, e representou o Brasil no evento de fim de ano da Riot Games. Confira abaixo a entrevista do Mais e-Sports com Rakin em Las Vegas: