Com o crescimento expressivo dos esports, as organizações de esportes eletrônicos têm buscado fortalecer suas staffs para dar um suporte ainda maior para os seus jogadores. Prova disso, são as contratações de fisioterapeutas, nutricionistas e, principalmente, psicólogos. E foi assim que a Red Canids contratou Alessandra Dutra, psicóloga que é referência na psicologia do esporte no mundo.

Alessandra é uma das três coordenadoras do Departamento da Preparação Mental do Comitê Olímpico Brasileiro, atua também como psicóloga no Centro de Formação de Tenistas e na Clínica Esporte Vivo. A psicóloga tem 45 anos de idade, sendo 23 deles dedicados a psicologia do esporte. Sua experiência contabiliza o pioneirismo no estudo sobre combatividade no país e tem como um dos destaques de sua carreira a conquista inédita da medalha de ouro do Mundial de Handebol com a Seleção Brasileiro Feminina em 2013.

A entrada de Alessandra Dutra no esporte eletrônico na Red Canids foi intermediada pela CyberStars, agência de consultoria, negócios e patrocínios especializada em e-sports que, além de representar a organização comercialmente, também atua assessorando o clube no desenvolvimento dos negócios. Ao ser procurada pela Red Canids, a empresa viu na psicóloga do COB a pessoa perfeita para assumir esse desafio.

Para o dono da Red Canids, Felippe Corradini, a satisfação com o trabalho da psicóloga foi imediata. Para ele, a melhora no ambiente da equipe após a chegada de Alessandra foi algo fundamental para que a equipe conseguisse voltar a ter as atuações que teve ao longo de todo o 1º split do CBLoL 2017 e conquistasse a vaga na final da competição.

“Sempre achei necessário termos um psicólogo acompanhando a equipe, no entanto, nunca tinhamos achado a pessoa certa, até que a Alessandra apareceu. Depois que vi o currículo dela e o que ela fez com os meninos em apenas 10 dias de trabalho, tive a certeza que fizemos a escolha certa não só para agora, mas também para o futuro”, exalta Corradini.

Já para a psicóloga, a evolução da equipe só foi possível porque os jogadores a deram um voto de confiança e abraçaram o trabalho proposto por ela, que vê sua chegada a Red Canids como mais um desafio em sua carreira.

“O esporte é sinônimo de desafio. Portanto, esporte ou e-sport partem do mesmo princípio. A Psicologia do Esporte trabalha com o universo da superação dos limites. Os meninos trabalharam com seriedade e tudo foi sendo aos poucos conquistado por eles, que compreenderam a necessidade do meu trabalho e se abriram pra isso, ou seja, quem deu abertura foi a própria matilha!”, explica Alessandra.