Uma era chega ao fim na INTZ. O treinador inglês Peter Dun anunciou nesta quarta-feira (6) em um comunicado publicado em seu Twitter que não fará mais parte da organização intrépida. Peter esteve à frente da INTZ por quase dois anos e foi um dos responsáveis pelo sucesso da equipe composta por Yang, Revolta, tockers, micaO e Jockster que não perdeu nenhuma série neste mesmo período.

No comunicado Peter Dun fez uma retrospectiva dos anos que passou no Brasil e disse que mesmo sem conquistar nenhum título, o ano de 2017 foi interessante e produtivo para a INTZ, já que mesmo com a saída de Yang, Revolta e tockers, a organização conseguiu montar uma equipe forte e que quase ninguém acreditava.

De acordo com o agora ex-treinador da INTZ, “por várias razões como as grandes mudanças nos patchs, estruturas de treino e minha saúde pessoal”, a equipe não conseguiu repetir os bons resultados das fases de grupos, quando chegaram os playoffs. Segundo ele, o plano era continuar à frente da INTZ até o final de 2017, mas por conta da sua saúde ter se deteriorado rapidamente em consequência do clima e da comida do Brasil e também pela saudade da família, Peter não se sentiu capaz de se comprometer com a INTZ até o final de 2018.

Peter ainda fez questão de dizer que já que a temporada acabou, agora é a hora de dar tempo e o espaço necessários para que a Lucas Pierre, o Maestro, possa transformar a próxima geração da INTZ em um time vencedor e trabalhar para a season 8 do Mundial de League of Legends. Ele ainda disse que tem total confiança que Maestro e a INTZ podem alcançar esses objetivos.

O treinador finalizou o comunicado agradecendo a staff da INTZ, todos os jogadores com quem trabalhou no Brasil, comentaristas, analistas e staff da Riot Games Brasil, jogadores, técnicos, staff dos outros times brasileiros e aos fãs da INTZ.