A maior competição de Dota 2 do planeta terminou neste sábado (25) e fez mais um time milionário. A Rogers Arena, localizada em Vancouver no Canadá viu a OG vencer o PSG.LGD faturando além do título de melhor equipe do mundo, uma premiação de 11 milhões de dólares.

A OG teve um 2018 um pouco conturbado, com com algumas mudanças de lineup que fizeram com que não pudessem aproveitar os pontos de circuito, além de não conseguir bons resultados nas competições disputadas. A equipe conseguiu a classificação para o TI através dos qualifica tórios europeus com um jogador que ainda não tinha jogado nenhum major em sua vida, o Topias “Topson” Taavitsainen.

No The International, a equipe teve uma fase de grupos um pouco complicada mas ainda sim conseguiu sua classificação na quarta colocação, com nove vitórias e sete derrotas. Nos playoffs a equipe mostrou sua força, vencendo a  VGJ.Storm por 2-0 e a Evil Geniuses por 2-1. Na grande final, a OG venceu o PSG.LGD por 3-2, em uma série eletrizante com direito a comebacks incríveis por parte da equipe campeã.

No total, o The International distribuiu mais de 25 milhões de dólares em premiação. A OG ficou com a exata quantia de $11,214,532, enquanto que o PSG.LGD faturou $4,078,012 pela segunda colocação. O Brasil teve a paiN Gaming como representante na competição, que apesar de começar arrancando vários empates de grandes equipes, acabou se perdendo no final da etapa regular e assim terminando em último lugar no campeonato, faturando pouco mais de 63 mil dólares.

Você pode acompanhar a cobertura completa do TI 2018 aqui no Mais e-Sports.