Mais uma vez o cenário de esporte eletrônico dá espaço para manifestações políticas. No último final de semana, durante o Mythic Championship, o jogador hong-konguês de Magic: The Gathering Arena Lee Shi Tian, se colocou favorável aos protestos em Hong Kong.

Jogador Lee Shi Tian em sua entrevista após o final do jogo. Foto: Reprodução/YouTube

Lee Shi Tian entrou no palco com um lenço no rosto em apoio aos militantes da causa. A indumentária é usada para amenizar os efeitos do gás-lacrimogênio lançado nos manifestantes em Hong Kong. Além da questão de saúde, o lenço também serve para esconder suas identidades das autoridades.

Em seu Twitter, o jogador agradeceu o apoio que recebeu tanto no local, quanto no chat. “Obrigado a todos que me apoiaram, Hong Kong, liberdade de expressão e democracia. Eu vi o chat da Twitch e ouvi. Foi um período difícil para mim, mas também me motivou a brilhar mais. Mas eu já fiz o que queria fazer”, falou.

Em entrevista após a vitória uma no campeonato, Lee Shi Tian também falou sobre o assunto e afirmou que era “muito bom jogar como um homem livre”.

POLÍTICA E ESPORT

Não é a primeira vez que o cenário de esport presencia a manifestação política a respeito de Hong Kong. Há mais ou menos 10 dias, Chung “blitzchung” Ng, jogador de Hearthstone, foi banido por um ano após também se manifestar a favor das revoltas em Hong Kong. Na sequência, a Blizzard reduziu a punição pela metade.