Luci, novo suporte do Flamengo (Foto: Reprodução/Divulgação)

O suporte recém-contratado do Flamengo eSports Han “Luci” Chang-hoon estreiou pela equipe nesta quinta-feira (6). Em embate sediado na CCXP 2018, o rubro-negro derrotou a IDM Gaming, com o coreano na rota inferior ao lado de Gabriel “Juzinho” Nishimura, que substituía o titular Felipe “brTT” Gonçalves.

Após os jogos, o suporte, que chegou ao Brasil há menos de uma semana, comentou em entrevista ao Mais e-Sports sua primeira impressão sobre o país e a adaptação no time. Ele afirmou que seu primeiro impacto foi a temperatura alta: “Eu amo o inverno, mas aqui no Brasil parece que não tem (risos)… Mas isso não é um problema, é um ótimo país para viver”.

Defender uma equipe como a do Flamengo e com a enorme torcida rubro-negra é uma grande responsabilidade. O sul-coreano, porém, não sente tanto o peso. “É uma ótima chance estar jogando aqui no Flamengo, então eu vou dar o meu melhor. Eu quero ser o melhor suporte aqui do Brasil”. 

Mesmo com o fuso de 11 horas de diferença entre Brasil e a Coreia do Sul, Luci demonstrou estar interessado no país “Já tinha ouvido falar do time do Flamengo e do brTT. Eu assistia o CBLoL para assistir os jogos do Flamengo, mas não via de nenhum outro time”.

Na sua primeira passagem em uma equipe ocidental, o suporte demonstra confiança e estar com suas metas bem definidas. “O primeiro objetivo é classificar para o MSI, e eu adoraria vencer o segundo split também.” Luci também espera suporte dos torcedores. “Continuem me apoiando, porque a partir de agora eu vou praticar muito para ser um ótimo jogador… eu amo vocês”, finalizou o jogador.

Veja também: “O time não estava encaixando”, afirma Tockers sobre saída de Revolta