A fase de grupos do Mundial 2019 começou neste sábado (12) com os 16 melhores times da competição. Os grupos C e D fizeram sua estreia no torneio e já tivemos alguns resultados inesperados, outros nem tanto.

O dia começou com a SKT enfrentando a Fnatic na partida que até o momento foi a mais vista no torneio. Logo no nível 1, a T1 já invadiu a selva adversária para tentar conseguir vantagem e pressão, conseguindo uma eliminação. A equipe foi bem agressiva e fez um bom começo de jogo, e com o poder de Faker e sua Tristana para levar torres, rapidamente começou abrir o mapa adversário. A FNC partia pra cima e parecia que ia conseguir boas lutas, mas Clid sempre estava lá para salvar sua equipe e virar o jogo. Sem muitas dificuldades, a SKT T1 estreou com vitória na competição.

Na próxima partida, a Royal Never Give Up enfrentou a Clutch Gaming. Karsa se movimentou bem pelo mapa com seu Lee Sin e conseguiu um pouco de vantagem em algumas rotas, mas a Clutch não deixava o ouro disparar e sempre tinha resposta para essas jogadas. A partida desandou quando o Renekton começou participar das lutas em equipe, que foi onde a RNG realmente abriu uma margem em vantagem, dando espaço para o barão e vitória na sua estreia.

No terceiro jogo do dia a Invictus Gaming enfrentou a ahQ. A equipe representante da LMS começou bem o jogo, garantindo o primeiro dragão, Arauto e vantagem em abates. Mesmo com essa situação, na rota do topo TheShy continuava crescendo com seu GP e a consequência disso foi mostrada no mid game. O jogador conseguia um grande impacto nas lutas, que fez com que a equipe chinesa tomasse a dianteira no ouro e conseguisse dominar os objetivos sem contestação. Aos 29 minutos a IG acha uma boa luta perto do covil do Barão e consegue quatro abates, partindo para a vitória!

Na quarta partida foi a vez da Team Liquid fazer sua estreia no Mundial, contra a DAMWON Gaming, que já havia jogado na fase de entrada. Os norte-americanos abusaram da maior fraqueza da sul-coreana, que é o early game, e conseguiram dominar os dois primeiros dragões (de fogo), além de algumas lutas para conseguir um pouco de vantagem. A equipe começou a cometer alguns erros no mid game, com posicionamentos ruins em lutas, fazendo a DAMWON se recuperar. Aos 30 minutos a Liquid consegue uma boa luta, com Quadrakill para o Doublelift e vitória da partida!

No penúltimo jogo deste sábado a Funplus Phoenix enfrentou a J Team. A equipe chinesa é uma das cotadas para disputar o título mundial, enquanto a campeã da LMS busca provar o seu valor. Doinb com seu Sion conseguia boas movimentações pelo mapa, sempre ajudando as rotas laterais e andando de mãos dadas com o caçador da equipe. A J Team conseguia se segurar e concentrava os recursos nas mãos de seu atirador, que era a peça fundamental em lutas. Ela conseguiu levar a melhor em uma luta pelo Barão, e com o buff em mãos foi para a base chinesa tentar o GG. A FPX conseguiu segurar, mas ao tentar disputar o Dragão Ancião acabou sofrendo um ACE, e assim sendo derrotada em sua estreia.

No último jogo do sábado a GAM fez sua estreia na competição, contra a Splyce que veio da fase de entrada. A equipe não jogava o Mundial desde 2017, quando ainda se chamava Gigabyte Marines. O público tinha uma boa expectativa em cima de Levi e companhia, mas eles acabaram sendo dominados em sua estreia. A SPY não deu espaço para que conseguissem alguma vantagem e dominou o mapa. Zeros tentava fazer seu split push, mas sempre era parado pela equipe europeia, que finalizou a partida sem dificuldades e começou essa fase de grupos com vitória.

Você pode conferir a cobertura completa do Mundial 2019 aqui no Mais Esports.