- Publicidade -

A Riot Games Brasil está revelando alguns planos para o futuro do CBLoL em 2020 e o principal deles é a adoção do modelo de franquias para a competição. Seguindo a tendência de outras ligas espalhadas pelo mundo, o campeonato brasileiro começará sua transição ainda em 2020.

De acordo com a empresa, as aplicações serão abertas ainda no primeiro semestre de 2020 e todas as organizações interessadas deverão fazer essas aplicações. Mais informações sobre este processo serão reveladas ao decorrer do ano, de forma que deixe tudo transparente aos fãs.

O diretor de esports Caco Antunes, foi quem conduziu o assunto e comentou sobre a decisão de dar início a este modelo aqui na região. “Quando a gente fala de modelo de franquia, a gente fala que não vai ter mais rebaixamento, e esse era um pedido muito forte dos times. Para trazer essa estabilidade, interromper o rebaixamento e manter a regularidade na liga, precisamos mudar muito no desenvolvimento da franquia. Precisamos pensar na competitividade da liga”, comentou Caco.

Outras ligas ao redor do mundo já aderiram a este modelo há algum tempo e mostraram bons resultados. No sistema de franquias, os times submetem aplicações para comprar suas vagas no campeonato e caso sejam aceitos, passam a não correr o risco de rebaixamento na competição. O fato de não poderem cair para a segunda divisão gera mais estabilidade para as organizações e atrai mais investimentos, já que patrocinadores podem fazer parcerias sem o risco que o time em questão seja rebaixado logo em seguida.

Apesar de ser necessário que o time tenha um bom poder econômico para a compra dessa vaga, vários outros fatores são avaliados pela empresa para aceitar ou não uma aplicação, visando o futuro da liga, então não necessariamente basta apenas ter dinheiro para conseguir uma vaga.

Mais detalhes sobre todo o processo serão revelados em breve.

Veja também: Coreanos do Santos disparam em 1º e 2º lugares da SoloQ brasileira