- Publicidade -

No começo de 2019 o mid laner Perkz, que até então era um dos melhores da Europa, decidiu que iria mudar e rota. O jogador foi para a rota inferior jogar como atirador, e para substituí-lo a G2 contratou ninguém menos que Caps, o melhor mid da região e que tinha acabado de ser vice-campeão mundial pela Fnatic.

Muitos pensaram que era loucura, mas Perkz mostrou que mesmo com pouco tempo jogando na rota inferior, poderia ser um dos melhores atiradores do mundo. Junto a G2, o jogador conquistou o campeonato europeu mais duas vezes (se tornando o maior campeão da região), um MSI (título inédito para a Europa) e chegou na final do Mundial 2019.

Após um ano quase perfeito, a G2 publicou um vídeo sugerindo que Caps e Perkz pudessem estar trocando de rotas. Como o perfil publica muitos memes diariamente, a comunidade inteira ficou sem entender se era real ou apenas mais uma brincadeira.

No dia 12 de janeiro, Perkz também fez um tweet onde falou que Caps havia “esmagado o Rekkles em treinos”.

A dúvida que pairava sobre todos foi sanada por Ocelote, CEO da G2 em uma entrevista para a ESPN norte-americana. Ele confirmou a troca de posição dos jogadores e comentou quais podem ser as consequências. “Isso pode seguir para os dois lados. Ou não funciona e neste caso é bom pois ainda temos o split de verão e eles trocarão de posição novamente, então temos uma vantagem mental e agora que realmente começa. Ou então funciona e qualquer coisa que escolhermos ninguém saberá para onde está indo. Este é o melhor cenário”.

Ocelote também comentou sobre como as mudanças podem impactar no meta do mundo todo. “Ano passado mudamos completamente o jogo em relação ao que é jogado na bot lane. Este ano, acho que podemos mudar o jogo pelo o que é jogado e quem vai aonde”.

Para finalizar, o CEO disse como o jogo pode mudar para o futuro com tais contribuições da G2. “Honestamente, não aceito crédito aqui, é o crédito dos jogadores pela forma como o League of Legends é jogado. Acho que se esse time se manter unido e permanecer motivado para ficar juntos, veremos todos os anos em que o jogo se torna cada vez mais frouxo e sem papéis. Todo mundo vai jogar em todo lugar e é um caos. Caos controlado”.

A G2 fará a partida de abertura da LEC no dia 24 de janeiro contra a MAD Lions (ex-Splyce). Você poderá conferir a cobertura completa da competição aqui no Mais Esports.

Veja também: Sneaky opta por carreira de Streamer, mas continuará na C9 como um dos proprietários