No Shot da Caju desta sexta-feira (5), o ex-mid laner da paiN Gaming, Gabriel “Kami” Bohn afirmou que pretende, sim, voltar a jogar. “Não é uma questão de ‘se’, mas de ‘quando’”. No vídeo, ele também conta mais dos motivos que o fizeram parar: “Eu não estava aguentando mais viver com dez, 15 pessoas na GH. Não tava dando para mim, eu preciso tirar um tempo e focar na minha sanidade mental”

“Eu não acho que estou podendo ser o melhor que posso ser. Então eu vou me afastar, e quando eu estiver apto, eu volto.” Concluiu o ex-jogador. Kami anunciou oficialmente sua pausa na carreira competitiva em janeiro de 2018, um pouco antes do 1º split daquele ano.

Ainda segundo o streamer da paiN Gaming, ele não teria parado se a equipe estivesse no sistema de Gaming Office, algo implantado por diversas organizações este ano: “A mentalidade de separar a vida pessoal da profissional é dez vezes mais difícil numa Gaming House. Você termina o treino e a pessoa continua ali. Eu dei azar nesse aspecto, se eu estivesse num modelo de Gaming Office eu não tinha parado, eu acho.”

Kami foi jogador da paiN Gaming de 2012 a 2017, tendo conquistado dois títulos do CBLoL (2013 e 2015), um título de International WildCard Qualifier (2015) de forma invicta e a melhor campanha brasileira em Mundial (duas vitórias, sobre Flash Wolves e CLG).

Sua última partida oficial pela equipe foi na Final do CBLoL de 2017, contra a Team One, em Belo Horizonte. Os Golden Boys se sagraram campeões da etapa e representaram o Brasil na Fase de Entrada do Mundial, na China.