- Publicidade -

A INTZ publicou uma nota de repúdio após um comentário impróprio feito pelo ex-jogador profissional Lep em relação a Mayumi, jogadora do clube intrépido. A organização salientou que espera que o caso seja “rapidamente solucionado e que as consequências sejam tomadas pelas autoridades competentes”. Veja a nota na íntegra:

“O INTZ vem por meio desta manifestar nosso veemente repúdio ao ato cometido pelo Sr. Pedro Marcari em relação à nossa atleta profissional e streamer Júlia Mayumi, no último dia 25.01.2020. O conteúdo produzido de cunho difamatório e injurioso no domínio e conta da Twitch TV, ultrapassou totalmente os limites do razoável. É justamente neste contexto que causa espanto, repúdio e lamento, para se dizer o mínimo, o fato de um profissional do esporte eletrônico, utilizar-se de conduta abominável, que verdadeiramente provoca danos no foro mais íntimo das vítimas e de seus familiares, sem prejuízo da prática criminosa. Entendemos que tal ato é inadmissível não só no mundo dos esportes eletrônicos e entretenimento, mas como em toda a sociedade. Os referidos atos contaminam o ambiente social e influenciam os jovens a endossá-los, criando assim novos episódios de intolerância. Diante dos fatos, o INTZ espera que este caso seja rapidamente solucionado e que as consequências sejam tomadas pelas autoridades competentes. Atos como este reforçam a necessidade, não só de nosso clube, mas como de toda sociedade, em dar sequência na luta contra discriminação, preconceito e ofensas, de qualquer natureza e, especialmente, contra as mulheres”. 

Entenda o caso

No dia 25 de janeiro, enquanto fazia stream, Lep leu um comentário de seu chat que dizia “Foi você que passou a ideia para a rapaziada passar a mão no saco depois de cumprimentar a Mayumi na Superliga?”. No momento, ele dá uma pequena risada e responde “Depois? Tem que ser antes pelo menos, né?”. Rapidamente o clip deste momento repercutiu na comunidade, que em grande parte, condenou a atitude do jogador.

Pouco tempo depois, Mayumi também compartilhou o clipe dizendo “O que será que passa na cabeça de um cara de 25 anos dando ideia de “passar a mão no saco” antes de cumprimentar uma menina de 17?”.

O jogador acabou publicando em seu Twitter um pedido de desculpas a Mayumi, dizendo que fez um comentário “total desnecessário” e que não concorda com atitudes como esta.

Um dia depois outro clipe acabou viralizou em que ex-jogador é acusado de fazer outros comentários impróprios sobre a jogadora intrépida. Durante a stream de Fioramech, foi enviada uma doação cujo usuário se chama “leplol” com o seguinte texto: “banheirão da BBL, sou menor de idade mas curto fazer bola gato maneiro em banheiro público dos campeonatos em jogador profissional. Blood Trail”. Enquanto o comentário é lido, o streamer Fioramech dá risadas e responde “Na sua live você não solta essa, né o desgraçado? Vai sobrar pra mim que sou advogado”.

Pouco tempo após isso, Mayumi também publicou o clipe em seu Twitter dizendo “Do que adianta pedir desculpas publicamente e depois espalhar mentiras na cara dura publicamente, você tem noção do que tá fazendo?”. A jogadora também reforçou que irá entrar com um processo contra Lep.

Muitas pessoas disseram que a doação poderia ser fake, com alguém usando a combinações de “i” e “l” maiúsculo para se passar por Lep. Mayumi respondeu dizendo que um seguidor já havia pesquisado isso para ela e que não existia contas com essas combinações, além da conta que fez a doação ser verificada pela Twitch.

O jogador ainda não comentou sobre o segundo caso em suas redes sociais. O Mais Esports procurou a Twitch para mais informações sobre como a plataforma lidará com as acusações e recebeu a seguinte resposta: “Por respeito à privacidade de seus usuários, a Twitch não comenta sobre casos de pessoas/streamers individuais”.

Veja também: FLA e paiN fazem a partida mais assistida da 1° semana do CBLoL 2020 de acordo com site