Olá, Invocadores! Estamos aqui para mais uma edição do League of Cosplay. Dessa vez, contaremos com a ilustre presença de Raphaela Starling, mais conhecida como Angie. A linda de 24 anos, além de cosplayer e lolzeira, pratica hipismo desde os 5 aninhos (já inclusive disputou campeonatos e tem um cavalo chamado Balobino), faz Relações Internacionais na PUC-MG e adora viajar.

angie3
“Por quê? Porque eu posso!”. Foto por Mallet

Angie começou como cosplayer no ano passado e desde então não parou. No League of Legends, ela conta que começou a mais ou menos um ano e meio, tem como main role o mid e ama a Katarina.

Uma curiosidade sobre Angie é fato de que, quando começou a jogar, jogava só com ruivas e devido a isso apaixonou-se pela Kat.

Quando eu comecei a jogar só queria jogar com ruivas, daí em uma dessas que acabei me apaixonando pela Katarina, achei difícil no começo, mas queria muito ser daquelas que girava e dava um penta! — Angie

angie4
“A rosa negra irá desabrochar novamente”. Foto por Mallet

Sobre sua vida no mundo cosplay, Angie iniciou por incentivo de Paula Kamei, sua amiga.  Sobre as roupas, ela conta ainda que, manda fazer parte delas em costureiras não-cosmakers (se pensou naquelas de bairro, acertou!). Sendo que, as partes mais fácies, ela e a mãe costumam fazer juntas. Angie conta muito com a ajuda de sua amiga Kamei, do namorado Bruno Costa e de seu amigo Eisenhower Dalladyer, para construir seus cosplayes.

Eu mando a parte da roupa pra costureira comum de bairro mesmo, as partes mais fáceis eu ou minha mãe costuramos, estamos nos aprimorando. Minha amiga Paula Kamei sempre me deu todas as dicas, comecei a fazer cosplay por causa dela, meu primeiro ela fez quase tudo. Um amigo meu (Eisenhower Dalladyer) me ensinou e fez grande parte da minha arma de MF. Meu namorado (Bruno Costa) também me suporta pra caramba, porque eu brigo, grito e dou ataque e ele fica lá me escutando e tentando fazer meu cosplay funcionar, ele me prometeu que vai por LED em cosplay meu ainda. — Angie

angie2
Angie como Miss Fortune Fliperama. Foto por Rafael Araujo

Sobre a relação dos cosplays/Brasil, Angie acredita que os cosplayers fazem milagres! Pois fora do país existem vários materiais próprios para a arte e que são facies de encontrar em lojas especializadas. Já aqui, muitos se viram com palitinhos de picolé e emborrachado E.V.A., mas mesmo assim constroem armas e apetrechos maravilhosos. Todavia, nem tudo são flores nesse meio. Angie comenta que, infelizmente existem pessoas de caráter duvidoso e caloteiras. Diz ainda que, muitos são prejudicadas pela inveja e outras que usam pessoas para ficarem conhecidas. — Angie

Leiam aqui a edição anterior do League of Cosplay com participação de Fernanda Lawl

Por ultimo, a dica dada por Angie para quem quer entrar nesse meio é que: faça!

Uai, simplesmente faça! Se você gosta de brincar de ser um personagem, vestir roupas malucas que ninguém usaria na rua não tem nada melhor do que ser um cosplayer, tirar fotos com vários fãs de cosplay e tudo mais é muito divertido.

angie1
“Boooom! Headshot!” Foto do Banco de Imagens Cosplay BR

Chegamos ao fim de mais uma edição! Gostaria de agradecer a Angie pela participação, carinho e desejar-lhe muito sucesso e muitas vitórias não só no LoLzinho e nos cosplays, mas em tudo o que fizer.

Quer participar? Entrem em contato comigo inbox no Facebook ou mande mention no Twitter, terei o maior prazer em conversar com você!

angie5
Nidalee(nda)