A SK Telecom T1 mais uma vez mostrou toda sua força e consistência e venceu a LCK 2017 com um 3-0 incontestável em cima da KT Rolster. Um dos destaques da equipe foi o top laner Heo “Huni” Seung-hoon’s que entrou na equipe no começo da temporada. Huni sempre foi considerado um bom jogador porém deixava a desejar quando tinha que jogar mais para o time e menos como “carregador”. Ao entrar na SKT o jogador não só provou que poderia mudar como surpreendeu a todos com sua nova maneira de jogar principalmente com campeões mais tanks.

Huni concedeu uma entrevista ao theScore esports onde falou um pouco sobre suas expectativas para o MSI 2017 e sobre como o treinador Kim “kkOma” Jung-gyun o ajudou a mudar sua perspectiva sobre League of Legends, confira a tradução completa:

Pergunta: Então, como é Kkoma? Como é trabalhar com ele?
Huni: Eu não acho que ele está jogando League of Legends, ele está fazendo arte.

Pergunta: Fazendo arte?
Huni: Yeah. Ele está ensinando arte, como fazer arte em League of Legends. Ele não está ensinando só a jogar, isso foi o que senti quando me juntei a SKT, é completamente diferente de quando eu penso em League of Legends apenas jogando o jogo.
Mas ele está fazendo arte, é a arte do Kkoma e eu apenas sigo suas ordens.

Pergunta: Então você é apenas uma cor em sua paleta?
Huni: Sim, ele está desenhando com os jogadores.

Jornalista: Wow é uma boa analogia.
Huni: É claro que os jogadores são os melhores jogadores, mas Kkoma também é o melhor, por isso eu explico desta maneira.

Pergunta: Seus companheiros de equipe tem reputações enormes, o que mais te surpreendeu quanto a eles?
Huni: Vou dizer sobre a equipe e sobre a forma de trabalho do treinador. Todo mundo aqui está motivado e eu fiquei muito surpreso com isso. Imagina que ganhei algo realmente grande como um Mundial, a SKT já ganhou 3 Mundiais… e sentado ao meu lado agora está o Faker, e ele ainda continua jogando filas ranqueadas.

Pergunta: E já esta anoitecendo para vocês neste momento, e suponho que vocês tenham jogado o dia inteiro certo?
Huni: Sim isto é insano. Ele está ganhando o tempo todo mas nunca perde a motivação.  Como jogador profissional, são cinco pessoas a jogar, então digamos que duas pessoas não estão trabalhando duro, obviamente os outros três jogadores vão ficar esgotados porque se você ver um companheiro de equipe que não está motivado, obviamente você vai perder sua motivação.
Então primeiro de tudo, eu fiquei impressionado que cinco pessoas, dez pessoas, todo o elenco da SKT incluindo comissão técnica, todos os meus colegas de equipe, todos estão sempre muito motivados, isso faz com que eu nunca pudesse perder a motivação.

Pergunta: Então você está dizendo que mesmo com três campeonatos mundiais, isso não seria suficiente?
Huni: Eu acho que sim! Esse cara é louco.

Pergunta: Você jogou contra Faker antes de se juntar a SKT. Como é jogar ao lado dele? É intimidante?
Huni: Esse cara é louco, ele realmente é muito bom. Ele é muito melhor do que as pessoas pensam. Eu sou seu companheiro de equipe, e ele é muito, muito, muito melhor, Isso é incrível.
A primeira vez que eu o conheci nas filas ranqueadas eu pensei que ele não era tão bom pois ele estava meio que “trollando”, ele estava mesmo perdendo a lane contra mim, quando eu joguei mid, isso foi na season 4 temporada 2014.
Então em 2015, eu o conheci pela primeira vez competitivamente no MSI, quando eu estava na Fnatic. Eu ainda pensei que ele ainda não era super bom. Era como se ele fosse bom mas eu não sabia o por que ele é muito, muito, muito bom. Eu não pensei dessa maneira porque ele era meu oponente então eu estava confiante como: “Claro que eu posso vencer esse cara. Eu deveria ensinar esse cara a jogar League of Legends, sabe? Eu quero fazer isso.”
Eu falhei, mas eu percebo que ele é realmente bom … Eu aprendi muito com ele, sentando ao lado dele e aprendendo tantas coisas. Apenas observando treinos e aprendendo tudo.

Jornalista: Então foi só jogar com ele que te mostrou como ele era incrivelmente bom.
Huni: E ele está melhorando a cada ano. Eu não sei o que fazer.

Pergunta: Quem você vê como sua maior ameaça na MSI? Qual região representa o maior desafio para você?
Huni: Eu não sei (risos). Se eu não estivesse na SKT, eu diria, “Sim, SKT!” Mas eu estou na SKT, então eu não sei o que escolher. Talvez a equipe chinesa WE. E eu ouvi que G2 é uma equipe realmente boa também e também TSM é uma equipe realmente boa também. Eu não sei.

Jornalista: Vocês parecem bem confiantes para o MSI.
Huni: Sim. Se eu estivesse no G2, eu diria SKT, mas eu estou na SKT então eu não posso dizer SKT, acho que todos podem entender o que quero dizer.

Pergunta: Quão confiante você está de que a SKT vai ganhar o mundial este ano?
Huni: Eu não tenho certeza ainda, na verdade normalmente as equipes estão trabalhando muito mais no verão, geralmente porque está mais perto de conseguir uma vaga para o Mundial é bem maior.

A SK Telecom T1 vem para o Brasil para jogar o MSI 2017, você pode ficar por dentro da cobertura completa do campeonato aqui no Mais e-Sports.