O Mais e-Sports entrevistou Hugo “Galfi” Augusto, membro da comissão técnica da Red Canids para este segundo split do CBLOL 2017. Galfi foi contratado pela matilha para liderar o projeto da Red Academy mas vem ajudando a equipe principal durante a saga do CBLOL.

No último fim de semana, a Red massacrou o ex-clube de Galfi, CNB, e o treinador comentou um pouco sobre tudo isso: “Eu entrei para tocar o projeto da Red Academy, que eu estou fazendo paralelamente. Mas eu convivo o dia inteiro com eles, tenho acesso aos treinos, durmo no mesmo quarto que o Brokenshard então a gente conversa bastante. É inevitável que eu acabe dando minha opinião que a gente discuta sobre League of Legends do que nós vamos fazer.”

Foto: Riot Games

Galfi explica que nesta semana, ele ajudou bem mais a equipe com o seu conhecimento sobre a CNB: “Nessa semana eu acho que a minha opinião foi válida e eles escutaram bastante tudo que eu tive para dizer. Não tem como você trabalhar com um time por tanto tempo e não saber características básicas dos jogadores. Então, muito do que eles iriam fazer a gente já tinha discutido, a gente sabia que o Lep tinha uma propensão a ser gankado no começo da partida, a gente conversou a respeito disso e ele foi punido durante o jogo.”

Ele explica a estratégia utilizada pela Red Canids para neutralizar o splitpush de Lep: “Não só o Lep, mas características gerais da CNB como os picks que eles gostam. Por exemplo, a Fiora e a Taliyah, esperávamos que eles iriam usar. A gente já sabia como iríamos lidar contra, que seria controlando objetivos, deixando a Fiora splitar enquanto a gente controlava objetivos como bastante força utilizando a Kalista e etc. Lógico que essa estratégia não foi eu quem trouxe ela, mas ajudei a montar.”

O Mais e-Sports perguntou se Galfi teve um “gostinho especial” por vencer a equipe que optou em não renovar com ele: “Eu não senti um gostinho especial pois gosto muito, de verdade, de todos os jogadores. São amigos, considero todos eles meus amigos, como jogadores eu acho eles excelentes. Acho que o problema da CNB não são os jogadores, acho que existem problemas um pouco mais complexos que isso para resolver. Eu não me senti bem ganhando deles, torço para o sucesso deles sabe? Gostaria que eles também fosse bem no campeonato pois trabalhei muito tempo com eles.”

A Red Canids segue na tabela com 7 pontos junto de Keyd, INTZ e paiN Gaming. 

Veja a entrevista com o top laner da CNB Pedro “Lep” Marcari onde ele fala sobre o momento atual da equipe, o afastamento de TinOwns e a ida de Vash para a selva.