O Flamengo segue na liderança isolada do CBLoL 2019, e no último domingo (10), venceu a Uppecut, qeu até então era adversária direta do rubro negro no topo da tabela. Após a vitória, o treinador Gabriel “Von” Barbosa e o mid laner Bruno “Goku” Miyaguchi participaram da coletiva de imprensa. Confira:

Como foi a Sexta-feira de vocês desde o momento que ficaram sabendo da tragédia até a confirmação da Riot sobre o cancelamento do jogo de sábado?

Von: Eu acordo mais cedo um pouco e vou pra academia cedo. Aí eu vi a notícia e eu já mandei pro grupo de Whatsapp. Aí o Cabral que é nosso manager  já me mandou o link da notícia do O Globo, e pra ninguém comentar nada até a gente saber o que vai acontecer, o que vai ser feito. Conversamos com o Flamengo e aí vimos que as rodadas do futebol seriam canceladas, e aparentemente o Flamengo do League of Legends seria a única modalidade do Flamengo que jogaria no final de semana. O Flamengo conversou com a Riot para que não tivesse jogo, em respeito, em luto, e eles adiaram o jogo de sábado e não o de domingo porque falaram que a gente podia escolher um jogo e acho que sábado era o melhor porque o velório foi no sábado, então em respeito às vitimas no dia seguinte, e isso foi na sexta-feira, nós treinamos normalmente e foi isso.

Como foi para vocês e para a organização gerenciar esse momento?

Von: Sim, nós temos contato com o pessoal do Flamengo, e tem pessoas lá que até falaram que os meninos da base conheciam a gente. Na sexta-feira o brTT até mandou no grupo, ele acordou e mandou “ como assim, não to acreditando”, algo assim. Não somos próximos do futebol, mas nós somos Flamengo, nós entendemos o que passou. É mais é você ser humano, solidarizar com a dor do próximo e o que aconteceu. Por mais que a gente queira entender o que ia ser feito e como a gente poderia agir a partir de agora.

O que se passava na cabeça de vocês durante o minuto de silencio que aconteceu hoje antes do jogo do Flamengo?

Von: Inicialmente a gente ia fazer só a faixa preta porque a gente não sabia se podia ter 1 minuto de silêncio. A Riot perguntou, a gente conversou e a gente queria muito fazer, e aí eles iam passar uma ideia, a gente passou ideia também. A gente tinha umas faixas sobrando para o time da Uppercut  também. Foi um momento de muita reflexão ali.

Goku: Acho que no momento ali de silêncio todo mundo pensou que essa partida não ia ser só pela vitória na tabela, que a gente não estaria jogando só pela gente, seria para o Flamengo todo, tanto o LOL quanto no Futebol e etc.

Você poderia falar um pouco sobre o Draft da equipe, principalmente sobre a escolha do Viktor para o brTT?

Von: O Viktor no bot ele já tinha aparecido em duas regiões, mas não tinha sido tão efetivo. Eu não vou detalhar estratégia porque acho que é ruim, mas acho que o pessoal me critica muito porque vê que o brTT não estava com atiradores convencionais, acho que esse foi o maior impacto do Viktor no bot.

Goku você estava jogando com campeões mais tanks e hoje jogou de Akali, conseguindo um ótimo desempenho. O que você achou de poder jogar com ela?

Goku: Praticar eu sempre pratico, né. Acho que os jogadores tem que estar confiantes com qualquer campeão que forem jogar no stage (palco). A Akali é uma campeã muito forte no 9.2 que a gente tá jogando, no próximo 9.3 ela estará um pouco mais nerfada, então provavelmente esse será o último patch da Akali. A gente conseguiu usar hoje. É um campeão normal, acho que todos os midlaners têm que saber jogar no momento.

Semana que o CBLoL será jogado no patch novo, onde os itens de critico foram buffados, Podemos esperar o brTT com atiradores hypercarrys semana que vem?

Von: Eu olhei por cima o patch, mas eu não cheguei a ver de fato muito dentro do patch porque a gente está no 9.2 hoje nesta rodada do cbLOL, então não queria desviar minha cabeça, mas se estiver forte com certeza.

Vocês acham que têm que tomar cuidado com algum time da competição ou vão se preparar da mesma forma para qualquer adversário?

Goku: O Flamengo não tem medo de ninguém (risos). Acho que nosso maior desafio é a gente mesmo, só treinamos para sermos melhores do que já éramos há um dia.

O Kha’zix estava com uma runa diferente do usual (Ímpeto Gradual) e evoluiu sua ultimate primeiro. Qual o proposito dessas mudanças?

Von: O Ímpeto Gradual é usado também, ao invés do eletrocutar, que é o mais comum para o pessoal que vai querer burstar. É porque ele controla melhor a luta, quando você upa o R você tem uma ativação a mais, e você consegue ficar ultando no meio da luta com 3 skills e autoattack você sai correndo em torno de todo mundo então o pessoal fica meio perdido.

Goku você falou que o Flamengo não tem medo de ninguém, então do que vocês têm medo?

Goku: Pessoalmente falando é porque eu nunca tive sucesso nem domesticamente então nem tem como falar de nada internacional, mas eu acho que a mentalidade do time em conjunto, não na fase de tabela, nós estamos mais orientados para playoffs e pro MSI no momento, e mais pra frente pro Mundial.

A Irelia também sofreu nerf para o próximo patch. Você acha que ela pode perder prioridade no mid e voltar a aparecer apenas no top?

Goku: Eu acho que a Irelia não sofreu tanto quanto a Akali, é que realmente eu não sei, como não cheguei a treinar no patch novo eu não vi, mas acho que ela vai continuar sendo utilizada no mid sim.

Além das contratações do Flamengo, você vê algo a mais que está fazendo diferença para vocês neste Split?

Von: Esse Flamengo de 2019 é mais unido, nós conversamos bastante sobre os nossos problemas e tentamos resolver da melhor forma possível. Mecanicamente nós tivemos uma evolução muito grande, e sendo mais unidos como um time nós conseguimos resultados melhores que no passado.

 

O próximo jogo do Flamengo será contra a Redemption no dia 16 de fevereiro. Você pode acompanhar a cobertura completa do CBLoL 2019 aqui no Mais Esports.