A Epic Games, desenvolvedora do Fortnite, está processando Thomas Hannah, ex-funcionário da empresa, por vazamento de informações da quarta temporada do Fortnite Battle Royale em abril de 2018.

As informações vazaram três semanas após Thomas ter deixado a empresa. O ex-funcionário respondeu ao processo afirmando que uma terceira pessoa, que não foi nomeada, havia feito uma série de perguntas para ele sobre o Meteoro que iria colidir com a ilha do modo Battle Royale.

Imagem: Epic Games

De acordo com o Polygon, A empresa acusa Hannah de trabalhar ao lado desta terceira pessoa para vazar as informações e que nada disso poderia ter acontecido sem a participação do ex-funcionário. A conversa também violaria o acordo de sigilo que foi assinado por Hannah.

O processo teve seu início no dia 7 de Maio e afirma que a Epic Games sofreu danos irreparáveis que não podem ser compensados apenas com dinheiro.

Este não é o único processo que a Epic Games está envolvida. No final de Maio deste mesmo ano, foi divulgado que a PUBG Corp está processando a empresa por violação de direitos autorais. Você pode saber mais sobre este assunto clicando aqui.