PlayerUnkown’s Battlegrounds e Fortnite iniciarão uma disputa nos tribunais! A PUBG Corp, subsidiária da Bluehole (publisher do PUBG) está processando a Epic Games, desenvolvedora do Fornite, por violação de direitos autorais.

De acordo com o site Korean Times, a corte central do distrito de Seoul irá julgar o caso e decidirá se ocorreu ou não a violação de direitos autorais. O processo já havia sido iniciado em Janeiro de 2018.

O Fortnite foi lançado em Julho de 2017 como um jogo no estilo PVE. O jogo só foi se tornar um grande sucesso após o lançamento do modo Battle Royale, onde 100 jogadores são “jogados” em uma ilha e apenas um sairá vencedor.

O jogo da Epic Games já vem sendo o mais assistido na Twitch.TV há alguns meses, ultrapassando os números do League of Legends na plataforma.

O vice-presidente da Bluehole, Chang Han Kim, comentou em entrevista para o PC Gamer que ficou desapontado com a atitude da Epic Games pois ambas as empresas eram parceiras durante o desenvolvimento do PUBG.

A Epic Games é desenvolvedora da UE4, engine utilizada para o PUBG. Confira as palavras de Chang sobre a situação: “Nós gostaríamos de enfatizar que o único problema é que a Epic Games desenvolve a engine que nós utilizamos e pagamos uma grande quantia de royalties para eles. Nós temos esta relação formal e nós confiávamos que eles iriam continuar dando todo o suporte, estamos buscando trabalhar mais perto com eles, ter todo o suporte técnico e quem sabe desenvolver novas ferramentes.”

“Após escutar a opinião de nossa comunidade e rever o estilo de jogo, nós acreditamos que o Fortnite replicou a experiência de jogo que tornou o PUBG conhecido,” comentou o VP.

Qual sua opinião? Fortnite seria uma cópia de PUBG? Comente!