A KaBuM não conseguiu um bom começo no segundo Split do CBLoL 2018 e foi derrotada pela INTZ por 2-1 no sábado (09). Em entrevista ao Mais e-Sports, Guilherme Fonte (diretor de eSports da organização) falou sobre a saída de Nuddle, estreia da equipe no CBLoL, contratação de Wos e mais.

O treinador canadense Jean-François “Nuddle” Caron foi um dos grande responsáveis pelo título da equipe no primeiro Split do CBLoL 2018. Mesmo conseguindo a taça, Nuddle já planejava sair da KaBuM antes mesmo da participação da equipe no MSI 2018.  Guilherme  explicou que o treinador já havia chegado na equipe com possíveis planos para seu futuro profissional. “Nós tivemos nossas iniciativas para tentar manter o Nuddle aqui, mas desde sua chegada ele já tinha deixado claro que provavelmente sua saída seria inevitável. Ele sempre visou o cenário internacional então não tinha tanta vontade de continuar no Brasil, não era nada relacionado a nossa organização ou a Riot Brasil, era um desejo que ele tinha  e deixou bem claro quando chegou, independente de sermos campeões ou não. Nós aceitamos suas condições e no final ele realmente acabou saindo da equipe, infelizmente”

Com a saída de Nuddle, Gabriel “Halier” Garcia que entrou na equipe no começo desse ano no cargo de assistente de treinador, acabou assumindo a posição de treinador temporariamente, inclusive indo para o palco e comandando a equipe nos picks e bans. O diretor deixou claro que a equipe pretende anunciar um novo treinador ainda nas próximas semanas.

“Em breve nós vamos anunciar um novo coach para nossa equipe, ainda é um segredo nosso porém nas próximas semanas ele já deve estar ativo com a nossa equipe. O Halier conseguiu aprender muita coisa com o Nuddle durante o primeiro Split e acredito que ele está segurando bem sim a posição, podemos dizer que grande parte do trabalho que o Nuddle fez tem participação do Halier, ele ajudou bastante na formação da equipe e foi muito importante em toda essa carreira vitoriosa que tivemos durante o campeonato.”

Halier comandou a equipe em sua estreia contra a INTZ.                                                                         Foto: Riot Games

A KaBuM fez a contratação do suporte Willyan “Wos” Bonpam para dividir a posição com Marcelo “Riyev” Carrara nesta temporada. Wos foi emprestado pela CNB para a Operation Kino e jogou no primeiro Split do Circuito Desafiante 2018. A OPK acabou não conseguindo acesso para a elite do LoL brasileiro. Guilherme falou um pouco sobre a ideia por trás da contratação e também as principais diferenças entre Wos e Riyev.

“O Wos tem algumas características que o Riyev não possuí, até optamos fazer a estreia com ele (Wos) mas isso não significa que agora é titular absoluto, foi uma substituição comum e pretendemos ficar alternando entre o Wos e Riyev durante os jogos. Acredito que algumas características do Wos está relacionada a parte de comunicação com o TitaN. Wos joga um pouco mais calado e focado ali na lane phase e em ser o suporte para o ADC, enquanto que o Riyev é um pouco mais comunicativo e Shotcaller, porém queremos passar um pouco dessa função (de Shotcaller) para o TitaN, principalmente em comunicação com o Ranger.”

Quando questionado se essa mudança não poderia atrapalhar um pouco na sinergia da bot lane, o diretor se mostrou confiante nas substituições. “Acredito que isso não atrapalha, as respostas que estamos conseguindo nos treinos estão sendo excelentes, inclusive com a composição que jogamos hoje que infelizmente não conseguimos ganhar, mas as mudanças têm sido muito benéficas”.

Para finalizar, Guilherme falou sobre como foi para a equipe, atual campeã brasileira, começar a competição sendo derrotada. “Acredito que nós não começamos com o pé direito, da mesma forma que começamos o primeiro Split, mas isso serve de lição e aprendizado para que possamos voltar fortes para os próximos jogos porque ainda tem muita coisa pela frente”.

O próximo confronto da KaBuM será contra o Flamengo no dia 16 de junho. Você pode acompanhar a cobertura completa da competição aqui no Mais e-Sports.