As 32 melhores nações classificadas de acordo com o ranking foram definidas. Os países jogarão em fase de grupos em três continentes diferentes assim que os especialistas selecionarem as seleções que representarão suas nações.

A classificação foi definida de acordo com a média do SR (classificação de habilidade) dos jogadores que compõem o top 100 nacional. Entre as 50 nações que participaram, o Brasil foi qualificado e se encontra no 19° lugar entre os 32 finalistas e se junta a outros 14 países que também participaram da edição anterior, em 2016. Em contrapartida, o único país da Copa do ano passado que não estará presente esse ano é o Chile, que ficou no 38° lugar na lista e não se qualificou para a etapa de votação.

RANQUE PAÍSES E REGIÕES
CLASSIFICAÇÃO DE HABILIDADE
ChinaChina 4,550
South KoreaCoréia do Sul 4,522
USAEstados Unidos 4,470
SwedenSuécia 4,309
FinlandFinlândia 4,295
United KingdomReino Unido 4,293
CanadaCanadá 4,291
FranceFrança 4,268
DenmarkDinamarca 4,259
10° RussiaRússia 4,221
11° GermanyAlemanha 4,219
12° JapanJapão 4,184
13° AustraliaAustrália 4,184
14° TaiwanTaipé Chinesa
4,162
15° NetherlandsPaíses Baixos 4,147
16° Hong KongHong Kong 4,113
17° NorwayNoruega 4,101
18° PolandPolônia 4,093
19° BrazilBrasil 4,071
20° ItalyItália 4,068
21° SpainEspanha 4,051
22° IsraelIsrael 4,007
23° SingaporeCingapura 4,002
24° ThailandTailândia 3,999
25° ArgentinaArgentina 3,992
26° TurkeyTurquia 3,960
27° BelgiumBélgica 3,942
28° VietnamVietnã 3,941
29° PortugalPortugal 3,930
30° New ZealandNova Zelândia 3,922
31° AustriaÁustria 3,900
32° RomaniaRomênia 3,861

A nação campeã de 2016 e região com cenário competitivo mais forte do Overwatch, Coréia do Sul, foi ultrapassada no ranking global pela China por 28 pontos. Estados Unidos, Suécia e Canadá também são países renderam jogadores de destaque para o mundo, o que justifica o bom posicionamento dos países.

Em breve os jogadores das comunidades terão que votar nos especialistas que formarão os Comitês Nacionais da Copa do Mundo de Overwatch 2017 de suas nações. Eles serão analistas, técnicos ou outras personalidades do cenário que serão responsáveis pela escolha e movimentação das seleções.