- Publicidade -

O ano do CS:GO competitivo está acabando e as finais da ESL Pro League Season 10 será um dos últimos eventos importantes que vão acontecer ainda em 2019. A competição será disputada em Odense, Dinamarca, entre os dias 3 e 8 de dezembro.

Novamente, duas equipes brasileiras estão no torneio: a MIBR e Sharks se encontram, mais uma vez, em uma competição internacional, mas dessa vez em grupos diferentes e só devem se enfrentar já nas fases decisivas da ESL Pro League.

MIBR na última edição da ESL Pro League em Odense. Foto: Bart Oerbekke/ESL

A MIBR vem de resultados ruins nos campeonatos que disputou anteriormente e também de mais uma eliminação antes da fase semifinal de um torneio. Na última participação da MIBR em uma competição, a equipe brasileira caiu diante da Fnatic na ECS Season 8 Finals, o que deixou a equipe na posição 5º-6º e a torcida desconfiada de seu rendimento nos próximos compromissos.

Leonardo “leo_druNky” no Americas Minor. Foto: HLTV

Já a Sharks chega em sua segunda final de competição internacional. Antes, o misto de brasileiros e argentinos haviam disputado também a ECS Season 8 Finals. No mesmo grupo da MIBR, os brasileiros se enfrentaram na decisão do grupo e a Sharks foi eliminada por Gabriel “FalleN” Toledo e seus companheiros.

A Sharks enfrenta a G2 em sua estreia em partida válida pelo Grupo B. O confronto será disputado nesta terça-feira (3), às 10h30. A MIBR pega a FaZe, também na terça, às 8h.

O REENCONTRO

Além de ser um dos últimos eventos do ano, a ESL Pro League terá outro atrativo: o reencontro de Marcelo “coldzera” David com seus antigos companheiros de equipe. Agora atuando pela FaZe, saída conturbada do jogador trará um sabor especial ao confronto de estreia das duas equipes.

Coldzera com seus companheiros da FaZe. Foto: Instagram/coldzera

Desde que foi confirmado como jogador da FaZe, coldzera já conquistou um título juntamente com seus companheiros europeus. Foi a BLAST Pro Series Copenhagen, quando bateu a Ninjas in Pyjamas na final por dois a zero.

A saída de coldzera da MIBR não foi das mais amistosas. Em entrevista, o ex-jogador da MIBR revelou estar muito magoado com o modo que seus ex-companheiros de equipe agiram logo após sua saída do time. Coldzera afirmou que “eles pegaram muito pesado”.

AS EQUIPES PARTICIPANTES

Além das equipes já citadas nesta matéria – como MIBR, Sharks e FaZe – as outras principais equipes do mundo também estarão em solo dinamarquês para a disputa do título da ESL Pro League.

Astralis foi campeã da ECS Season 8 Finals. Foto: Reprodução/Astralis

Os donos da cada, Astralis, chegam forte para conquistar mais um troféu no ano de 2019. O quinteto capitaneado por Lukas “gla1ve” Rossander vem de vitórias nos dois últimos campeonatos que disputou, a IEM Beijing e a própria ECS Season 8.

A Liquid, principal equipe campeã em 2019 com oito títulos, vai à ESL Pro League defender o título da competição. A equipe foi campeã das finais da Season 9, a última disputada, em cima da G2. O recente desempenho da Liquid não é muito animador aos torcedores da Cavalaria: o último título da equipe foi na IEM Chicago no mês de julho.

A Evil Genisues, atual segunda melhor equipe no ranking mundial, também estará presente e buscará a continuidade de sua ascensão após os jogadores serem comprados pela organização junto a NRG.

OS GRUPOS E ESTREIAS DA ESL PRO LEAGUE

No Grupo A, além da MIBR e FaZe estão as equipes da Natus Vincere, TYLOO, Heroic, 100Thieves, Fnatic e Evil Geniuses. Já no Grupo, além da Sharks, estarão disputado a vaga nos playoffs as equipes da Astralis, Grayhound, G2, mousesports, ATK, North e Liquid.

Ao mesmo tempo do jogo entre MIBR e FaZe, será disputada a partida entre Natus Vincere e TYLOO. Na sequência, ainda pelo Grupo A, jogam Heroic e 100Thieves e Fnatic contra Evil Geniuses no mesmo horário.

Após o término do Grupo A, as equipes do Grupo B iniciam sua trajetória na ESL Pro League. Às 10h30, além de G2 e Sharks, a Astralis enfrenta a Grayhound na estreia e na logo após há o fechamento da primeira roda com mais duas partidas: mousesports contra ATK e North contra Liquid.

Com o comparecimento de 16 equipes e uma premiação total de US$ 600 mil, a ESL Pro League será disputada em Odense, Dinamarca, entre os dias 3 e 8 de dezembro.

Veja também: Campeã do CBCS terá vaga na WESG LATAM