Kaike “kscerato” Cerato mal pode esperar para retornar ao Brasil e jogar a DeamHack Open Rio. Vivendo uma excelente fase na FURIA eSports, o jogador recebeu o primeiro convite para uma lan internacional em sua carreira e disse que não esperava ser chamado pela organização do torneio.

“Eu realmente não esperava. Eu sou uma pessoa que não espera nada, que não gosta de criar expectativas, então eu não fazia ideia que seríamos chamados”, revelou Kscerato em entrevista ao Mais Esports

“Com certeza jogaríamos o qualificatório caso não fossemos convidados, e se não fosse para acontecer [o convite] teríamos feito acontecer”, completou o jogador.

TORCIDA FURIOSA

Com o sucesso recente da FURIA, a organização foi ganhando cada vez mais reconhecimento e se tornou uma das queridinhas do público brasileiro. Com outras três equipes nacionais confirmadas no Rio de Janeiro [INTZ, Sharks e W7M], kscerato mal pode esperar para jogar em frente a torcida, que ele acredita que estará apoiando seu time.

“Eu me emocionei bastante recebendo um convite para um campeonato internacional no nosso país. Sempre fui um cara que assistiu muito CS e na ESL Pro League em São Paulo eu vi a força da torcida brasileira. É muito gratificante para mim ver que, três anos depois, serei eu no palco e eles vão estar torcendo para nós”, afirmou.

“Estou muito ansioso para jogar em frente a torcida e se Deus quiser eles vão estar do nosso lado, acredito que a maioria vai sim [torcer para a FURIA]. Não existe torcida melhor do que a brasileira e para mim é surreal saber que eles vão estar torcendo por nós”, continuou kscerato

FAVORITISMO PARA LEVANTAR O TROFÉU

Muitos torcedores acreditam que a FURIA é a grande favorita para conquistar a DreamHack Open Rio. Tendo apresentado um excelente CS recentemente, a equipe brasileira foi a grande campeã da 30ª temporada da ESEA MDL norte-americana de maneira invicta, e também garantiu uma vaga para a DreamHack Masters Dallas 2019. Com os pés no chão, kscerato minimizou o favoritismo.

“Ao longo do tempo que eu jogo CS, eu aprendi que as partidas são decididas nos detalhes. Mesmo sendo um dos favoritos para vencer o torneio, uma ou duas coisinhas que você faz errado podem acabar com o jogo. Acho que somos sim um dos favoritos para ganhar a DreamHack Rio, mas é complicado dizer”, afirmou.

Kscerato também comentou o que acha que será necessário fazer para sair do Parque Olímpico com o troféu.

“Vamos precisar de muita confiança e de muito foco. É isso que precisamos para vencer esse campeonato. A DreamHack Rio para mim é o major, todo campeonato é o major, não importa qual seja, e quero sair de lá com a vitória”.

O REENCONTRO COM A FAMÍLIA  

Desde que a FURIA deixou o Brasil para competir nos Estados Unidos na metade de 2018, kscerato e seus companheiros não retornaram ao país. O foco para o minor das Américas da IEM Katowice 2019 era tão grande que o time decidiu pular comemorações de fim de ano, como Natal e Ano Novo, para treinar. Para o jogador, que sempre foi muito ligado a família, ter a chance de rever seu irmão será algo emocionante.

“Infelizmente só meu irmão vai estar no Rio de Janeiro e eu pretendo dar um belo soco nele quando nos reencontrarmos”, brincou. “Brincadeiras à parte, vai ser muito bom poder voltar e ver ele. Também vou poder encontrar alguns amigos que já jogaram 1.6 comigo, que conheço a bastante tempo e hoje moram na cidade”.

A DreamHack Rio acontecerá entre os dias 19 e 21 de abril no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.