No último domingo (23), o FACEIT Major London chegou ao fim, com a Astralis campeã após vencer a Natus Vincere por 2-0. No entanto, os campeonatos de CS:GO continuam. Nessa quarta-feira (26), a ESL One New York terá início, contando com equipes de alto escalão como a vice-campeã Na’Vi e a atual terceira melhor equipe do mundo, Team Liquid.

Além do prize pool de 250.000 dólares, o torneio organizado pela ESL faz parte do Intel Grand Slam, circuito que premiará o vencedor desse torneio à parte com 1.000.000 de dólares. Porém, muitos não sabem como funciona esse Grand Slam ou simplesmente não sabiam de sua existência.

Tendo sido criado pela Intel em uma parceria com a ESL e a DreamHack, duas organizadoras de campeonatos de CS:GO, esse circuito foi pensado para evitar que os times de maior nível deixassem de disputar seus torneios para competir em campeonatos com mais nome, prática bem comum no cenário internacional de Counter-Strike, já que muitas disputas têm suas datas coincidindo.

Assim, a forma encontrada para manter as melhores equipes do mundo disputando seus torneios foi a grande premiação de 1 milhão de dólares. Porém, para alcançar essa quantia, não é um caminho fácil.
Para alcançá-la, a equipe precisa vencer de 10 torneio disputados. Por exemplo: Caso a mousesports vença a ESL One NY, eles começarão a participar desse circuito. A partir daí, terão outros campeonatos para vencer mais 3, e assim garantir a premiação.

Algumas adversidades foram impostas no caminho, aguçando a disputa pelo um time esteja com 3 vitórias e esteja competindo a final de algum desses torneios, caso o time adversário os vença, evitando a 4° vitória, ele receberá 100.000 dólares.

Desde sua criação, em 2017, nenhuma equipe conseguiu alcançar as 4 vitórias em 10 torneios. A equipe mais próxima atualmente é a FaZe Clan que precisa de mais vitórias em 5 campeonatos.

Confira a situação dos times:

MIBR não participará da ESL One New York, já que participarão da BLAST Pro Series Instambul, que terá início no dia 28, campeonato que também contará com a Astralis. Portanto, para a equipe de Gabriel “Fallen” Toledo adentrar no Intel Grand Slam, precisarão vencer algum campeonato da ESL ou da DreamHack, podendo esse ser a IEM Chicago 2018, que será disputada entre os dias 6 e 9 de Novembro com premiação de 250.000 dólares.