O sucesso do Fortnite, jogo desenvolvido pela Epic Games, se deu muito pela viralização de danças e gestos do game. O ator Alfonso Ribeiro, quem performou Carlton Banks em “Um Maluco no Pedaço”, processou a empresa por ter copiado uma de suas danças. O ator, no entanto, perdeu a causa.

O passo ficou conhecido como “Carlton” e, segundo o ator, a Epic Games o usou sem a autorização do próprio. Nos tribunais estadunidenses, Alfonso foi falho no processo contra a empresa.

A decisão foi dada pelo departamento de direitos autorais dos Estados Unidos na última quarta-feira (13). O órgão afirmou que os movimentos no passo “Carlton” são passos simples e comuns, e não uma coreografia completa, sendo incapaz de ser protegida por direitos autorais.

Ao tribunal da Califórnia, o advogado da Epic Games afirmou que passos de danças não são protegidos por direitos autorais. Alfonso Ribeiro não foi o único que processou a empresa pelo uso de danças sem autorização. Confira todas causas envolvendo a empresa.