- Publicidade -

Após ser pego utilizando hack durante um evento presencial na China, mais especificamente no campeonato Zowie eXTREMESLAND, o jogador indiano Nikhil “forsaken” Kumawat foi novamente acusado de trapacear dentro do jogo, dessa vez pela ESL India.  Após investigar o SSD dos 20 jogadores que participaram da ESL India Premiership, a organizadora descobriu no dispositivo utilizado por Forsaken o mesmo hack usado no campeonato de Shangai.

Na ocasião, Forsaken ainda defendia a OpTic India, equipe que foi campeã do torneio de forma invicta. Após as acusações da utilização de hack, a organização decidiu desligar os jogadores do time.

A confirmação do uso do hack veio pelo Twitter oficial da ESL India:

“Baseado nas provas das finais da Zowie eXTREMESLAND Asia, nos da ESL India estamos investigando todos os 20 jogadores que participaram das finais da ESL India Premiership buscando possíveis hacks que possam existir nos drives”

“Durante a inspeção, nos descobrimos o mesmo hack que foi utilizado por Forsaken em Shangai no SSD utilizado por ele nas finais da ESL India Premiership, e compartilhamos as evidências com a Esports integrity Coallition (ESIC)

A Esports integrity Coallition (ESIC) será a responsável por apurar o caso, e as questões sobre o que acontecerá com Forsaken, os 19 outros jogadores investigados e a vaga na Pro League conquistada pela OpTic India serão revelados por eles.