Após muita espera, as seleções da Copa Mundial de Overwatch de 2017 foram finalmente anunciadas. Entre as 32 nações participantes, o Brasil encontra-se no grupo G ao lado dos Estados Unidos, Taipé Chinesa e Nova Zelândia.

A equipe brasileira é formada pelos dps Eduardo “dudu” Macedo e Murillo “murizzz” Tuchtenhagen, pelo flex Felipe “liko” Lebrao, suportes Renan “alemao” Moretto e Rodrigo “kolero” Kröber e tanker Mateus “neil” Kröber. Os membros do comitê que elegeram os jogadores e são managers da seleção são o técnico Felipe “baba1u” Soares, o criador de contéudo e MVP de Overwatch Vinicius “pOkiz” Zanquetta e o gerador de conteúdo Oriques “Cooruja” Batistim.

A seleção brasileira são os integrantes de uma organização completa: a Brasil Gaming House. Isso inclui um dos membros do comitê, o baba1u, técnico do time. A equipe — que já defendeu também o nome da Black Dragons e sofreu apenas duas alterações na line-up — está invicta há 17 torneios, sendo um deles o Old Spice Tournament, finalizado em março, quando murizzz ainda jogava pela equipe que os enfrentou na final.

Recentemente um dos jogadores da recém anunciada seleção brasileira, Felipe “liko”, foi punido pela Blizzard e por sua organização, BGH, após denúncias de racismo dentro do jogo. Após cumprir as penalidades dadas a ele, o jogador pôde ser indicado normalmente como membro da equipe que irá representar o Brasil no exterior.

O Brasil foi um dos poucos países que optou por levar uma roster completa, entre eles está a França, que aposta na Rogue, equipe campeã da APAC Premier 2016.

As seleções dos Estados Unidos e Canadá foram anunciadas antes das demais seleções e realizaram um showmatch transmitido ao vivo da E3, que finalizou com o placar de 3 a 0 para a equipe estadunidense.

Os jogos do Brasil estão marcados para 11 a 13 de agosto e serão transmitidos ao vivo. Pessoas que moram próximo ao evento ou pretendem viajar para assistir ao jogo presencialmente devem ficar atentas à venda de ingressos, que será disponibilizada em breve. Caso o Brasil passe da fase de grupos, seguirá para a final na BlizzCon, nos dias 3 e 4 de novembro.

Seleção brasileira se organiza após derrota

A evolução da Copa

A Copa Mundial de 2016 ficou conhecida como um evento de ‘showmatch’ cuja intenção era apenas divulgar o jogo, não um evento levado a sério pelos países. Apesar da constatação que seria apenas um evento de divulgação, grande parte das nações participantes votaram em times que teriam capacidade de levar uma vitória para casa, que foi o caso da Suécia e Coréia do Sul, vencedora da Copa.

Em 2016, o Brasil voltou para casa com o título de uma das piores atuações da Copa, tendo perdido para os três países adversários, Canadá, Espanha e Suécia, e eliminada logo no início do evento. A seleção brasileira era, entretanto, uma junção de youtubers, como Alanzoka ‘nextage’, BRKsEDU e Zigueira ‘Zig’, que mais tarde cedeu sua vaga a um jogador profissional da época, Kyo. O capitão da equipe, BRKsEDU, apesar de ter adicionado à line-up os jogadores Soulive, que havia sido Top 1 do servidor americano na temporada, e insanityz, que atuava pelo mesmo time, não conseguiu fazer com que isso suprisse a falta de experiência da equipe, o que resultou no Brasil perdendo de 0-3 e voltando para casa sem vitórias.

Brasil

DPS Murillo “murizzz” Tuchtenhagen
DPS Eduardo “dudu” Macedo
FLEX Felipe “liko” Lebrao
TANK Mateus “neil” Kröber
SUPORTE Renan “alemao” Moretto
SUPORTE Rodrigo “kolero” Kröber
COMITÊ Felipe “baba1u” Soares
COMITÊ Vinicius “pOkiz” Zanquetta
COMITÊ Oriques “Cooruja” Batistim