É oficial! Está na Overwatch League, está no servidor de testes (PTR) e estará na Overwatch Contenders, nas ranqueadas e até no Jogo Rápido em breve! A segunda grande mudança nas estruturas fundamentais do nosso OWzinho chegou, mais conhecida como Trava 2-2-2, e, com ela, muitas opiniões apareceram também. É bom? É ruim? Limita demais as composições? O competitivo fica chato? Eu vou perder ranking porque tem um DPS mais perdido que cachorro em dia de mudança no meu time?

As indagações são diversas e são exatamente essas dúvidas que serão discutidas hoje! Portanto, prepara o balde de pipoca, e partiu mergulhar de uma vez por todas na recente revolução do Overwatch! (Mas mergulhar com 2 DPSs, só. Vem de Winston e D.Va que dá bom.)

Primeiramente, é importante lembrar que mudanças gigantes já aconteceram há muitos anos e, na época em questão, muitos questionavam se seriam realmente positivas. E adivinhe só? Foram. Demais. Inclusive a maioria nem conheceu o Overwatch antes de tais mudanças e provavelmente ficaria abismada ao saber.

No início de tudo, por exemplo, uma das composições mais comums era de 2 Winstons, 2 Reapers e 2 Lúcios ou 1 Lúcio e 1 Zenyatta. Sim, não havia limite de heróis únicos por time. O time está no desespero e precisa comprar tempo? 6 D.Vas neles! Seis. D.vas. Logo a comunidade comentou a necessidade de implementação do limite de um herói único por time, a Blizzard ouviu e, mesmo sob críticas de vários que julgavam a limitação “ruim pois iria minar a diversidade do jogo”, fez valer a mudança. Com isso, o Overwatch se transformou no que tínhamos até há pouco tempo. Essa foi a primeira revolução no formato intrínseco ao jogo.

Jogo de 21 de fevereiro de 2016. O tempo fez bem pro competitivo de Overwatch! | Fonte: Youtube Vecet

Então, do que se trata o famigerado 2-2-2? Caso você seja novo no OW ou não tenha visto as notícias da última semana, trata-se de uma trava imposta pelo próprio jogo que limita as escolhas de composição em 2 tanques, 2 DPSs e 2 Suportes – o que é justamente o que a maioria das estratégias, historicamente, tentaram seguir, com algumas exceções, é claro.

Com isso,assim que a mudança estiver válida nos servidores do mundo todo, no dia 1º de Setembro, quando for jogar Partidas Rápidas e Partidas Ranqueadas, será necessário escolher sua função dentro de jogo. E, claro, as escolhas de heróis serão limitadas à respectiva função que for escolhida.

Perceba que a palavra “limitação” é frequentemente usada e, sim, isso pode parecer intimidador. Entretanto, a realidade é o completo oposto, independente se o objetivo do jogador for subir nos rankings, competir profissionalmente ou apenas se divertir. E, claro, vale lembrar que um modo de Arcade chamado “Jogo Rápido Clássico” ficará disponível, para caso bata aquela saudade da composição de GOATS.

Sobre o aspecto competitivo casual, ou seja, as ranqueadas – nosso Skill Rating, Elo, SR, rankings… os nomes são diversos: Primeiro de tudo é importante saber que as Melhores-de-10 para definição inicial de SR foram abolidas. Agora, cada função terá sua própria Melhor-de-5 para definição individual de Skill Rating, fazendo com que seja possível, por exemplo, jogar só na função de suporte e já começar a subir seu ranking em tal posição. Além disso, embora seja óbvio, vale lembrar que, a partir de agora, você não será forçado a jogar em outra posição simplesmente para não deixar o time desbalanceado, justamente porque o time sempre estará balanceado com 2-2-2 e sua real habilidade na função desejada aparecerá, fazendo com seu ranking suba mais rapidamente. A não ser que você não tenha habilidade suficiente para subir alguns pontos, claro. Nesse caso, vale sempre o treinamento, acompanhar os campeonatos, jogadores profissionais e criadores de conteúdo que manjam das partes tática e mecânica do jogo para auxiliá-lo!

Resultado de imagem para overwatch role queue SR
Exemplo de como ficará seu SR. Note a diferença de Tanque para DPS! | Fonte: rbsfera.ru

Com isso, fica a dúvida: “Mas, se um cara do meu time for horrível de DPS, eu não vou poder pegar DPS e resolver a situação?”

Caso não tenha escolhido DPS, não. Porém, essa situação raramente acontecerá, ainda mais conforme o tempo for passando. E, se acontecer, você tem sempre a opção de jogar na Fila de DPS, mas não adianta reclamar dos suportes ou tanques, até porque é impossível ser seis ao mesmo tempo.

E o “raro de acontecer” aqui não é utopia. Isso se dá porque, com todo mundo ficando livre dessas situações de trocas inconvenientes de função, a tendência é sempre você receber aliados que estejam confortáveis em suas funções, possuindo níveis de habilidade que se alinhem ao seu. Ou seja: Especialistas em DPS, em Tanque e em Suporte, com ranqueamentos diferentes para cada função. Nunca um DPS com habilidade de diamante vai ter que ceder seu lugar para um jogador pior só porque este mais fraco escolheu algum herói e se recusou a trocar. Neste caso, por exemplo, seu time poderia acabar com um potencial DPS diamante tendo que fazer o papel de Tanque, função na qual sua habilidade e noção são de um prata.

Em resumo, sempre haverá especialistas, de acordo com o ranqueamento individual de cada um, em suas respectivas funções, o que tende a gerar times sem brigas por heróis e sem alguém fraco trollando. Se constantemente seu time for ruim… talvez seja bom olhar para si mesmo.

Passando adiante, a cena profissional de Overwatch – Overwatch League, Contenders e Open Division – também se beneficia enormemente com a mudança, e isso já pode ser acompanhado de perto na Overwatch League, seja pela recepção calorosa das novidades pelos jogadores profissionais ou pelas estratégias, reviravoltas e surpresas que rodearão o futuro da maior Liga de esports do Mundo!

Com o 2-2-2, uma maior diversidade de escolhas específicas – pocket picks – deverá aparecer, seja para um trecho específico ou para um mapa inteiro. E, claro, a consequência disso é uma maior caracterização dos estilos de jogo das equipes, trazendo jogadores que estavam no banco e rotacionando a titularidade dos players a fim de criar novas táticas que sejam confortáveis para aquele time em específico. Isso não era tão possível antes pois, embora os times apresentassem estilos próprios, estes eram mais sutis e normalmente apareciam dentro de uma mesma composição principal. Poucas equipes abraçaram uma assinatura e nem todas obtiveram sucesso com isso.

Resultado de imagem para Chengdu Hunters
Eis um time que sempre abraçou o novo porém, embora tenha surpreendido, não conseguiu grandes resultados. Quem sabe agora! | Fonte: Dexerto

Além disso, é importante lembrar que a maioria das composições historicamente utilizadas no profissional é formada por 2 DPSs, 2 Tanques e 2 Suportes. Podem não ter ficado mais tempo no Meta – o que evidencia ainda mais a melhoria trazida com o 2-2-2 -, mas, numericamente, são maioria. Prepara a memória e a nostalgia: Double Sniper, Genji Tracer Dive, Genji Sombra Dive, Sombra Doomfist Dive, Orisa Hog Bunker, Navio Pirata (algumas versões), Pharah Sombra, Pharah Widow, Tracer Sombra, Hackfist, enfim… a lista é longa. Portanto, a maior perda em termos táticos com o 2-2-2 são as composições de 3 ou 4 DPSs e GOATS, sendo que a última se provou mais forte do que deveria ser e a as duas primeiras podem ser traduzidas e adaptadas, de certa maneira, para o ambiente com 2-2-2. Não será o mesmíssimo estilo de jogo, mas dá para implementar estratégias parecidas.

Portanto, o argumento de que a trava trará jogos lotados de Orisa e Roadhog com dois Snipers é errado. No início, talvez isso aconteça, pois é a maneira que os times sabem jogar e têm treinando recentemente. Porém, em pouco tempo acredito que os estilos que comentei acima aparecerão cada vez mais fortes e o combo da égua ômnica com o porcão será uma opção dentre diversas outras.

Resultado de imagem para roadhog
No começo, a sucata vai comer! Agora, mais pra frente… Pode enferrujar. | Fonte: Heroes Never Die

E, por fim, dois pontos extremamente importantes: O primeiro é a facilidade de assistir a um campeonato profissional e aplicar o que foi observado no jogo ranqueado e no aprendizado individual do jogador. Usualmente, em especial em rankings mais baixos, era impossível jogar com uma composição de 3 tanques e 3 suportes, principalmente no que se refere à coordenação necessária para executar bem a estratégia. Contudo, com o 2-2-2, tudo que for jogador na OWL e nas Contenders poderá ser reproduzido com mais facilidade nos jogos ranqueados, o que aumentará o nível dos players, do servidor e das partidas. Além disso, a facilidade de entendimento do jogo por parte de novatos, seja para assistir às transmissões de campeonatos ou para jogar propriamente dito, será muito maior, muito mais intuitiva. Com as funções bem definidas, a compreensão do que cada um fará dentro dos confrontos e do que está acontecendo na tela será muito mais convidativa à galera que está chegando agora e, é claro, quanto mais gente jogando, mantendo contato com o Overwatch, acompanhando competições, buscando subir de ranking, melhor.

Resultado de imagem para overwatch league finals 2018
Quanto mais gente, melhor! | Fonte: MMO-Champion

O segundo aspecto é o balanceamento do jogo, que também será muito mais eficiente, pois a gama de variáveis será menor. Pegue como exemplo a Brigitte: Muito forte no começo, foi moldada para ser “somente” eficiente em composições com 3 suportes. Permaneceu efetiva. Passou a ser nerfada de várias maneiras. E, mesmo assim, ainda esteve constante até o fim das composições repletas de tanques. E isso aconteceu porque suas funções eram várias e, em um ambiente com possibilidade de três suportes, a Brigitte do jeito que está agora não teria espaço por não oferecer tanto o status de Tanque em si. Então, com o 2-2-2, a Brigitte foi mudada imensamente, para que servisse como suporte principal, curando mais e de maneira mais consistente, mantendo a função de atordoamento e defesa de retaguarda, porém fazendo isso de maneira condizente com o ecossistema gerado pela trava de 2-2-2. E isso aconteceu com diversos outros heróis segundo as Notas de Atualização do Servidor de Testes (em inglês). Portanto, a tendência é o jogo ser cada vez mais bem balanceado, para abrigar todas as possibilidades de composições viáveis, seja em ranqueadas ou no profissional, e isso é maravilhoso.

“Escudo reduzido de 500 para 200”. Meme um pouco exagerado, mas desenha bem as impactantes mudanças que estão ocorrendo! | Fonte: me.me

Com isso, por mais que pareça estranho de começo – e eu compreendo perfeitamente a estranheza causada em vários jogadores que não conseguem conceber outras formas de jogo e a dificuldade de adaptação a mudanças -, posso assegurar, tendo como base os três anos e meio que vivo esse jogo, minha experiência em contato com OW desde a primeira fase Beta e a recepção das novidades pela comunidade casual e competitiva, que o 2-2-2 veio para melhorar todos os aspectos do Overwatch que tanto amamos! Então já se prepara para o dia 1º de Setembro, escolhe sua função, vai treinando e bora mergulhar nos novos tempos de Overwatch!