Yasuo parte em disparada rumo à vitória solene, controlando o poder bruto do vento para elevar sua habilidade elemental ímpar com a espada. Ex-membro de uma escola marcial ioniana e único aluno a dominar uma lendária técnica do vento, agora Yasuo vive uma vida tempestuosa, vagando por Runeterra enquanto caça o verdadeiro assassino de um ancião ioniano que ele havia jurado proteger.

YASUO

Habilidades

Passiva: Estilo do Errante

  • Intenção: A chance de um ataque crítico por Yasuo é duplicada.
  • Decisão: Yasuo ganha Fluxo à medida que se move – quanto mais rápido ele se move, mais rápido seu medidor de Fluxo se preenche. Quando preenchido o medidor, Yasuo ativa um breve escudo após sofrer dano vindo de Campeões inimigos ou monstros.

Q: Tempestade de Aço

Yasuo avança com sua espada, causando dano a todos os inimigos em uma linha reta. Acertar Tempestade de Aço com sucesso concede a Yasuo acúmulos de Tempestade Vindoura por um curto período. O terceiro acúmulo de Tempestade Vindoura faz com que Tempestade de Aço dispare um furacão em linha reta que lança ao ar os inimigos atingidos. Se Yasuo usar Tempestade de Aço durante Espada Ágil, a habilidade acerta todos os inimigos à sua volta imediatamente.


W: Parede de Vento

  • Passiva: Bater em disparada repõe o Fluxo de Yasuo mais rapidamente.
  • Ativa: Yasuo cria uma parede de vento que flutua lentamente para frente por alguns segundos. A parede bloqueia todos os projéteis inimigos.

E: Espada Ágil

Yasuo bate em disparada em uma distância fixa através de um inimigo, causando dano e marcando-o brevemente. Se Yasuo usar Espada Ágil várias vezes seguidas, a habilidade causa dano extra até um limite. Yasuo não pode usar Espada Ágil em um inimigo que já tiver sido marcado.


R: Último Suspiro

Yasuo se teletransporta para um Campeão inimigo lançado ao ar próximo, suspendendo-o brevemente e a todos os inimigos lançados ao ar nas cercanias no meio do ar à medida que causa dano a eles. Assim que aterrissa, Yasuo ganha penetração de armadura significativa contra a armadura bônus de seu inimigo por um período estendido de tempo.

Mecânica de jogo

Yasuo é um lutador de dano constante e alta mobilidade, utilidade forte e dano causado que aumenta à medida que ele sobrevive em combate. Em compensação, Yasuo causa pouco dano no início da partida.

Rota do meio

A fragilidade de Yasuo no início da partida faz dele um Campeão que combina mais com a rota mais curta de Summoner’s Rift: a do meio. Lá é o lugar mais seguro para ele acumular recursos, concentrando-se em ganhar experiência e ouro à medida que ele junta itens para dominar no futuro. Porém, mesmo quando Yasuo está em seu momento mais fraco no início da partida, sua força e mobilidade ainda têm o potencial de surpreender seus inimigos. Yasuo pode usar Tempestade de Aço para dar o último golpe de uma distância relativamente segura, e se ele precisar garantir o ouro das tropas na retaguarda, usos rápidos e consecutivos de Espada Ágil fazem com que ele vá e volte em disparada, com o escudo de Estilo do Errante absorvendo parte do dano vindouro e inevitável. Yasuo também pode usar Espada Ágil como uma fuga conveniente durante tentativas de emboscada: se ele estiver preso entre o inimigo de corpo-a-corpo e as tropas feiticeiras, usar a habilidade para bater em disparada para sua própria torre deve dissuadir mesmo os caçadores da selva mais teimosos a desistirem da perseguição.

Quando os ventos mudarem de sentido, um senso de tempo cauteloso transforma Yasuo em um cúmplice mortífero em tentativas de emboscada por seus aliados. Acumular Tempestade de Aço adequadamente e usar Tempestade Vindoura para lançar seus inimigos ao alto significa que iniciar a partir da selva é algo relativamente simples, e assim que o inimigo for pego, Yasuo usa Espada Ágil para avançar e cumprir seu trabalho. O bônus de ataque crítico de Estilo do Errante faz com que os golpes de Yasuo machuquem, e se ele houver destrancado Último Suspiro, o dano adicional e controle de grupo tornam os abates ainda mais prováveis.

Lutas de equipe

Yasuo é um monstro do corpo-a-corpo com um dano que cresce junto à duração de lutas de equipe, e sua primeira prioridade é acumular Tempestade Vindoura enquanto resiste ao ataque inicial da equipe inimiga. É aqui que Parede de Vento mostra ao que veio. Posicionar a parede cautelosamente entre as linhas de frente e retaguarda dos inimigos permite a Yasuo encarar os tanques e lutadores menos ameaçadores, gerando acúmulos de Tempestade Vindoura com uso liberal de Tempestade de Aço. Assim que o terceiro uso estiver pronto, Yasuo usa Espada Ágil repetidamente para atravessar a linha inimiga inteira e se posicionar ao lado ou atrás dos inimigos mais frágeis. Uma Tempestade de Aço final lança-os ao ar, abrindo Último Suspiro, uma habilidade mortífera a qualquer um atingido pelo furacão. Inimigos que conseguirem esquivar do furacão de Yasuo não estão necessariamente a salvo do Último Suspiro: qualquer habilidade que lançar ao ar pode ser interligada com o ult de Yasuo, criando uma enorme sinergia com Campeões como Cho’Gath, Malphite e Zyra. Assim que Yasuo aterrissa, seu grande efeito positivo para penetração de armadura – combinado com o bônus de ataque crítico de Estilo do Errante – acaba até mesmo com os tanques mais resistentes.

História

A história de uma espada é escrita com sangue.

Yasuo é um homem resoluto, um espadachim ágil que brande o poder do próprio vento para cortar seus inimigos – mas este guerreiro, então orgulhoso, foi desonrado após uma acusação falsa e forçado a uma luta desesperada pela sobrevivência. Tendo o mundo contra si, ele fará tudo em seu poder para levar os culpados à justiça e restaurar sua honra.

Um brilhante pupilo de uma renomada escola de espadas ioniana, Yasuo foi o único aluno em uma geração a dominar a lendária técnica do vento. Muitos acreditavam que ele era destinado a tornar-se um grande herói. Contudo, seu destino foi mudado para sempre quando Noxus invadiu. Yasuo estava encarregado da guarda de um Ancião ioniano, mas, tolamente acreditando que sua espada por si só poderia fazer diferença, abandonou seu posto e partiu para o conflito. No momento em que voltou, o Ancião havia sido morto.

Desonrado, Yasuo entregou-se voluntariamente, preparado para pagar por sua falha com a vida. Porém, ele ficou chocado ao se ver acusado não somente de abandono, como também do assassinato propriamente dito. Apesar de confuso e atormentado com a culpa, ele sabia que se não agisse, o assassino sairia impune. Yasuo ergueu sua espada contra a escola e lutou por sua liberdade, sabendo que sua traição faria com que toda Ionia se voltasse contra ele. Agora, realmente sozinho pela primeira vez na vida, ele sai para encontrar o verdadeiro assassino do Ancião.

Yasuo passou os próximos anos da vida vagando a terra, procurando qualquer pista que pudesse levá-lo ao assassino. Neste tempo todo, foi implacavelmente caçado por seus ex-aliados, continuamente forçado a lutar ou morrer. Sua missão o guiava sempre adiante, até que ele foi perseguido pelo inimigo que ele mais temia – seu próprio irmão, Yone.

Unidos por um código de honra em comum, os dois guerreiros se cumprimentaram e sacaram suas espadas. Silenciosamente, eles se enfrentavam em círculos sob o luar. Quando finalmente avançaram, Yone não era páreo para Yasuo; com um mero brilho do aço, ele derrotou seu irmão. Yasuo largou sua arma e correu para o lado de Yone.

Dominado pela emoção, ele exigiu saber como sua própria família poderia achá-lo culpado. Yone disse: “O Ancião foi morto por uma técnica do vento. Quem mais poderia ser?”. O entendimento passou por Yasuo quando ele repentinamente percebeu o porquê de sua acusação. Ele declarou sua inocência de novo e implorou pelo perdão de seu irmão. Lágrimas correram pelo rosto de Yasuo enquanto seu irmão morria em seus braços.

Yasuo sepultou Yone sob o sol nascente, mas não teve tempo para lamentar. Logo mais, outros estariam em seu encalço. A revelação de seu irmão deu a Yasuo um novo propósito; agora, ele tinha a pista que o levaria ao verdadeiro assassino. Realizando um juramento, ele reuniu seus pertences e, com uma última olhada no túmulo de Yone, partiu com o vento em suas costas.

 

Compartilhar
Artigo anteriorDat Galio!
Próximo artigoBrace yourself, Rekkles is coming!